Segurança

Tubarão: Laudo que confirma se menina de 2 anos sofreu maus-tratos sairá na próxima semana

As investigações começaram na terça-feira (22), seguem com testemunhas sendo ouvidas e o setor de investigação já foi até o local onde a criança teria sido lesionada.

Divulgação

A Polícia Civil de Tubarão está investigando o caso da babá acusada de maltratar uma criança de 2 anos. A menina está internada e um perito do Instituto Médico Legal já fez os exames para confirmar ou não se ela sofreu maus-tratos, o laudo deve sair na próxima semana.

As investigações começaram na terça-feira (22), seguem com testemunhas sendo ouvidas e o setor de investigação já foi até o local onde a criança teria sido lesionada.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Gabriela Tisott Fruet, da DPCAMI de Tubarão, uma testemunha informou que a babá não estava com a criança quando ocorreu a lesão, porém ainda há algumas informações desencontradas e a investigação está em curso para esclarecer o ocorrido.

O que se sabe até o momento é que na segunda-feira (21) a mãe da menina foi buscar a filha na casa da cuidadora e ela disse à mãe que a criança havia caído da escada. Ao chegar em casa os pais não encontraram nenhuma marca de lesão, no entanto, estranharam a reação da bebê.

Os pais levaram a filha para o hospital, e em entrevista ao Portal Notisul, relataram que o médico a examinou e levantou a possibilidade de espancamento. O Conselho Tutelar foi acionado e no dia seguinte a família registrou um boletim de ocorrência.

Gabriela está preocupada com a repercussão dos internautas nas redes sociais expondo uma certeza que nem a polícia tem sobre a acusação contra a babá.

“O fato está sob investigação e não há nada esclarecido, as medidas cabíveis foram tomadas, teve oitivas de testemunhas, há muita informação desencontrada. O responsável pelo caso é a Polícia Civil e essas acusações podem prejudicar a investigação”.

De acordo com a delegada a babá teve a casa invadida por diversas pessoas depois que fotos dela foram publicadas na internet como agressora. Alguns dos invasores foram identificados e a família da babá já fez um boletim de ocorrência.

Com informações do Notisul

Notícias Relacionadas

Santur avança na gestão de dados com lançamento de Central de Inteligência do Turismo

Aulas no Colégio Satc iniciam dia 8 de fevereiro

Medidas foram adotadas para receber alunos de forma presencial, mas pais poderão optar por filhos continuarem com ensino remoto

Balneário Rincão inicia vacinação com 52 doses

O primeiro profissional a ser vacinado, foi Carlos Eduardo Silva.

Três Orleanenses são vacinadas contra a Covid-19 nesta terça-feira (19)

As três mulheres são funcionárias da área da saúde e atuam na linha de frente do combate ao coronavírus