Geral

Tubarões somem das proximidades de Balneário Camboriú após fim da obra de alargamento

Animais começaram a aparecer assim que iniciou o trabalho de dragagem, em agosto; pelo menos 30 foram avistados

Divulgação

Não há registros de tubarões na região de Balneário Camboriú no mês de novembro. É isso que afirma Jules Soto, pesquisador e curador do Museu Oceanográfico da Univali. Os animais estavam aparecendo nas proximidades da orla desde agosto, quando a parte de dragagem de areia das obras de alargamento da praia começou a ser feita.

Segundo especialistas, a ação da draga foi o causadora da maior movimentação de tubarões na orla da cidade. Os animais, no entanto, não são novos na região: o litoral Sul do Brasil é habitat natural para espécies como o tubarão-martelo, o tubarão-azul e mangona.

Ao g1, o pesquisador explicou que a draga atraía os tubarões da mesma forma que o processo de lavrar a terra atrai pássaros.

— Na hora que o trator passa, já vem diversos animais, aves, répteis e etc, para comer aqueles que estavam escondidos no sedimento. No mar é o mesmo princípio, só que dentro d’água isso acontece de uma forma muito mais intensa.

A Secretaria do Meio Ambiente de Balneário Camboriú também afirmou que não houve mais relatos de tubarões na cidade.

Relembre

Em setembro, um tubarão de dois metros apareceu na praia em Balneário Camboriú. Imagens começaram a circular nas redes sociais, mostrando o tubarão próximo ao molhe da Barra Sul.

Em outubro, um grupo de surfistas se deparou com outro animal. O tubarão se aproximou e chegou a encostar em pelo menos um deles, que se assustou e pensou que tinha sido ferido. O bicho tinha menos de um metro de comprimento e parecia ser filhote. Ele fugiu logo depois do esbarrão.

Em contagem feita pelo Museu Oceanográfico da Univali, em Balneário Piçarras, ocorreram cerca de 30 aparições no total, o que motivou um monitoramento da Secretaria de Meio Ambiente da cidade.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Caixa paga hoje Auxílio Brasil a cadastrados com NIS final 4

Valor mínimo para cada família é de R$ 400

Entenda por que está tão quente em Santa Catarina

Estado tem registrado temperaturas históricas neste início do ano, com temperaturas acima dos 40 ºC

Mulher leva mais de 20 facadas em São Ludgero; autor do crime fugiu

Um dos filhos da vítima afirmou que o homem chegou à residência a pé, entrou dentro da casa, esfaqueou a mãe e depois saiu correndo com a faca e, logo após, o possível autor fugiu do local com um veículo Fiat Uno de cor vermelha

Agricultura distribuirá BTI para combater o mosquito borrachudo

A entrega do produto aos proprietários e moradores das comunidades do interior de Braço do Norte acontece às 9 horas