Turismo

Turismo Embarcado para Observação de Baleias é liberado no sul de SC

A atividade turística foi liberada pelos próximos 30 dias, em Imbituba, Garopaba e Laguna.

Divulgação

A informação foi confirmada no fim da tarde da última quinta-feira (19), pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre. No despacho da Juíza Federal, Vânia Hack de Almeida, o Turismo de Observação de Baleias Embarcado (TOBE) foi liberado pelos próximos 30 dias, em Imbituba, Garopaba e Laguna. A decisão da magistrada atende a um pedido do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO).

Desde 2015, a atividade estava suspensa por conta de uma ação movida pelo Instituto Sea Shepher Brasil. Na época, a ONG entrou com a ação na justiça pedindo a elaboração e a implementação de um plano completo de viabilidade, manejo e fiscalização.

Em defesa da atividade, os advogados do ICMBIO afirmaram que todas as condicionantes exigidas para autorizar o TOBE foram cumpridas: estudos, plano de manejo e autorização do órgão ambiental estadual para a atividade.

Divulgação

Segundo a Secretária de Desenvolvimento Econômico e Turístico de Imbituba, Carina Genovez Ferreira, a liberação do Turismo de Observação de Baleias é de extrema importância para Imbituba e região.

“O turismo embarcado para a observação de baleias agrega valor econômico. Nós recebemos muitos turistas estrangeiros. Gente que vem em busca desse tipo de atividade. Foi uma decisão acertada, já que se trata de uma atividade que é realizada com o monitoramento adequado dos órgãos ambientais e, com certeza, vai impactar economicamente em todo o trecho turístico do sul de Santa Catarina”, disse a Secretária de Desenvolvimento Econômico e Turístico, Carina Genovez Ferreira.

Divulgação

Notícias Relacionadas

Massa de ar frio avança e mínima pode ficar abaixo de 5°C durante a noite desta quarta-feira em SC

O dia começa com tempo instável, mas a chuva fica mais reservada durante a manhã e início da tarde.

Royalties do petróleo: STF reconhece que IBGE usou critérios ilegais para traçar a projeção marítima da costa de SC

Desde a década de 1990, diferentes procuradores do Estado atuaram no processo, além de servidores da própria PGE e de outros órgãos públicos estaduais, o que evidencia um trabalho coletivo que vai beneficiar todos os catarinenses.

STF autoriza SC a utilizar recursos do pagamento da dívida com a União no enfrentamento da Covid-19

O pedido foi protocolado pela Procuradoria-Geral do Estado de Santa Catarina (PGE) para garantir que a União deixe de aplicar qualquer tipo de penalidade ao estado em razão da suspensão dos pagamentos.

Coronavírus em SC: Governador planeja retomada gradativa da atividade econômica e projeta 713 novos leitos de UTI

O objetivo é adequar as medidas de isolamento à necessidade dos catarinenses com segurança.