Geral

Unibave lança a campanha institucional de combate ao uso de drogas

O pilar da ação é o verbo alertar, trazendo à tona as consequências físicas e sociais do consumo de drogas.

Divulgação

Consciente do importante papel social que exerce, o Centro Universitário Barriga Verde – Unibave lança uma campanha institucional de combate ao uso de drogas. O pilar da ação é o verbo alertar, trazendo à tona as consequências físicas e sociais do consumo de drogas. E foi assim que a iniciativa foi intitulada de “Curtir sem Vacilo”.

O coordenador de Comunicação e Marketing do Unibave, Marcos Dalmoro, pontua que o consumo de drogas precisa ser abordado, sem tabus e julgamentos. “Realizamos algumas reuniões com profissionais da área da saúde para desenvolver o conceito criativo da campanha, onde abordaremos o assunto sem preconceitos a partir do fortalecimento da rede de apoio, sem julgar o que é certo ou errado. A decisão é do usuário, a instituição trabalhará do ponto de vista de alerta dos perigos, consequências do uso e ações de redução de danos”, explica.

A estratégia adotada para sensibilização, consiste em contar histórias por meio de reportagens especiais para que as pessoas possam tangibilizar o problema e refletir sobre ele. Além disso, a campanha traz acadêmicos em uma foto produzida especialmente para a iniciativa. “Quando fui fazer as fotos sabia que era algo sério e que teria que colocar um aspecto pesado, mas não imaginava que teria um choque de realidade tão grande. A campanha fala de algo presente na sociedade e na mídia, porém, acabamos não dando tanta importância por não ser a nossa realidade. Aí me instruíram como fazer, como seria a ‘minha história’ naquela cena, me coloquei no papel e senti como é importante essa abordagem da campanha e o quanto pode fazer a diferença na vida de alguém”, declara o acadêmico e personagem da campanha, Clynton Pizoni.

Os cartazes foram fixados em salas de aula e áreas de convivência social da instituição. O objetivo é que os materiais sejam um reforço visual e constante, com sugestão de alternativa para rede de apoio a dependência.

Conteúdos informativos abordando os diversos tipos de drogas, lícitas e ilícitas, também serão trabalhados nas redes sociais. “Traremos dicas e sugestões de como evitar e também de como agir com pessoas dependentes, focando sempre no apoio”, esclarece Marcos.

O reitor do Unibave, Elcio Willemann, frisa que os danos causados pelo consumo de drogas são coletivos, gerando impactos sociais. Por isso, deve ser abordado sem receio e preconceito. “No cenário universitário que vivemos, a prevenção é o caminho. Para auxiliar os indivíduos que já possuem algum tipo de dependência, apoio é a palavra-chave. Em ambos os casos, a nossa defesa é o conhecimento!”, argumenta o reitor. “O combate às drogas é possível sim, mas precisamos unir forças em prol desse objetivo”, finaliza Elcio.

Colaboração: Comunicação Unibave 

Notícias Relacionadas

ExpoMais é oficialmente lançada nesta segunda-feira

O evento terá palestras principais com nomes de renome nacional, além de outros espaços que estarão à disposição do público e que serão reveladas no evento de lançamento desta segunda-feira.

Seminário discute desenvolvimento da cadeia leiteira no Sul de Santa Catarina

Instituições de ensino da região informam sobre situação das aulas

Campanha Natal Jovem Solidário de Orleans distribui mais de 500 brinquedos e meia tonelada de alimentos

Ação promovida pelo Setor de Juventude da Paróquia Santa Otília finalizou no domingo (23) com a entrega das doações pelos voluntários.