Saúde

Unidades de Saúde mobilizadas na Campanha de Multivacinação em Criciúma

Estratégia preconizada pelo Ministério da Saúde tem objetivo de conscientizar sobre a importância da vacinação e manter em dia as vacinas das crianças e dos adolescentes

Divulgação

A Secretaria de Saúde de Criciúma está mobilizada junto ao Ministério da Saúde com a Campanha de Multivacinação, que teve início no dia 1º de outubro e segue até o dia 29. A campanha tem como objetivo atualizar e manter em dia as vacinas das crianças e adolescentes e, principalmente, conscientizar pais e responsáveis sobre a importância da vacinação. A mobilização é voltada para crianças de 0 anos a jovens de 14 anos, 11 meses e 29 dias.

O secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande, reforça que a atualização do calendário vacinal é fundamental. “A vacina concede proteção individual e coletiva, já que altas taxas de imunização podem levar a diminuição e, até, extinção de doenças imunopreveníveis”, explica.

Embora o Sistema Único de Saúde (SUS) oferte imunizantes contra diversas enfermidades, o Ministério da Saúde tem alertado para uma queda na cobertura vacinal nos últimos anos. Preocupação que também é realidade em Criciúma. De acordo com a enfermeira do setor de imunização da Vigilância Epidemiológica do município, Deise Miotello, Criciúma não registrou, em 2021, falta de imunizante ou mão de obra nos postos de saúde para alcançar o objetivo do setor, que é atingir a meta de 90 a 95% da população. No entanto, a cobertura vacinal nessa faixa etária não chega, hoje, a 60%. “Por isso é tão importante a realização da Campanha de Multivacinação, reforçando a necessidade da atualização do calendário vacinal”, afirma Deise.

Para se vacinar, o pai ou responsável deve acompanhar a criança ou adolescente até uma das 46 salas de vacinação, portando documentos pessoais e caderneta de vacinação.

O dia D de vacinação

Para os pais que não conseguirem ir até uma unidade durante a semana, a campanha conta com o dia D de vacinação. No próximo sábado (16), todas as unidades de saúde do município com sala de vacinação vão atender o público das 8h às 17h.

Vacinas disponíveis

Crianças

BCG

Hepatite B

Poliomielite 1,2,3 (VIP – inativa)

Poliomielite 1 e 3 (VOP – atenuada)

Rotavírus humano G1P1 (VRH)

DTP+Hib+HB (Penta)

Pneumocócica 10 valente (PVC 10)

Meningocócica C (conjugada)

Febre Amarela (atenuada)

Sarampo, Caxumba, e Rubéola (SCR)

Sarampo, Caxumba, Rubéola e Varicela (SCRV)

Hepatite A (HA)

Difteria, Tétano e Pertussis (DTP)

Varicela

Adolescentes

Hepatite B (HB recombinante)

Diferia e Tétano (dT)

Febre Amarela (atenuada)

Sarampo, Caxumba e Rubéola (SCR)

Papilomavírus (HPV)

Meningocócica ACWY (conjugada)

Notícias Relacionadas

Grave acidente na BR-282 deixa uma pessoa morta e outra ferida em SC

Segundo a PRF, até o momento da publicação desta matéria, o trânsito fluía lentamente nos dois sentidos da rodovia

Greve de caminhoneiros tem apoio de 48% da categoria em SC

Santa Catarina é um dos Estados que mais apresenta "resistência" à greve, aponta pesquisa que ouviu mais de 2 mil caminhoneiros em todo o Brasil

São Ludgero antecipa para amanhã (26) a segunda dose da vacina contra Covid-19

A Sala de Vacinas funciona na ESF Margem Esquerda das 7 às 16 horas sem fechar ao meio-dia

Epagri amplia monitoramento do vento junto ao Porto de Imbituba

Ele explicou que a estação anemométrica foi instalada, a pedido do Porto, numa posição estratégica junto ao cais