Educação

UniSatc tem projeto de qualificação para alunos de escolas públicas

Projeto “Programando, a Vida” foi contemplado pelo programa “Fundo Social” do Sicredi

Divulgação

O desenvolvimento de mão de obra qualificada para a indústria é um dos pilares da Satc e que, ao longo da sua história se consolidou, assim como a filantropia. A junção desses dois ideais resultou na criação do projeto “Programando, a Vida”, idealizado pelo curso de Engenharia de Computação do Centro Universitário UniSatc. O projeto, que pretende levar qualificação para alunos colégios públicos, foi um dos contemplados pelo programa “Fundo Social” do Sicredi.

Na manhã desta quinta-feira (15), se reuniram para a assinatura do projeto o reitor da UniSatc, Carlos Antônio Ferreira e o presidente do Sicredi Sul, Aloísio Westrup. O projeto envolverá alunos de 14 a 17 anos matriculados em escolas da região Sul e terá uma capacitação de 120 horas.

“Para nós é essencial fomentar o mercado de trabalho. Se saírem metade desses alunos para empresas já vai ser de grande valia e já faz o trabalho valer a pena. Cabe a nós como escola e como empresas mostrar que existem essas possibilidades para esses jovens mais carentes”, afirma o reitor da UniSatc, Carlos Antônio Ferreira.

“O diferencial da nossa cooperativa é a integração com a comunidade e esse é um dos pilares do cooperativismo. Sem o social não tem econômico e vice-versa. É uma satisfação ver um projeto como esse ser implantado”, explica o presidente do Sicredi Sul, Aloísio Westrup.

Qualificação para um mercado de trabalho carente

Do lado social, estar em sintonia com a comunidade é um dos objetivos da UniSatc. “Nós ficamos muito contentes e realizados com essas iniciativas e esperamos em breve poder colher os frutos dessas parcerias, que são esses alunos inseridos em empresas da nossa região”, ressalta o pró-reitor de Ensino e Extensão, Jovani Castelan.

O professor Anderson Rodrigo Farias, coordenador do projeto, lembra que a Satc tem a missão de levar a educação para a minoria. Tornar o sonho desses jovens possível, de ter acesso a uma educação de qualidade, com professores gabaritados e ter a experiência de programação de mercado é nosso propósito”, conta.

Do lado empresarial, um dos braços da UniSatc é a proximidade com a indústria, e a produção de uma mão de obra qualificada tem sido, cada vez mais, um pedido de todas as empresas. Unir o social e o empresarial é um desafio.

“Esse projeto consegue aglutinar tudo que a gente pensa como instituição. Com a proximidade com o mercado, mão de obra qualificada e focada e sem afastar a missão da instituição que é dar oportunidade aos que precisam. É um ideal que sempre foi da Satc e que só vamos atualizando”, lembra o diretor administrativo/financeiro da Satc, Márcio Zanuz.

Programando, a vida

O projeto “Programando, a vida” terá início em agosto em formato EAD e em breve terá suas inscrições abertas. Serão três módulos ao longo do curso, com foco em lógica, ensino de lógica e matemática e linguagem de programação.

“Vamos desenvolver habilidades lógicas, matemáticas e sistêmicas, apresentação de uma linha de estudos para uma das áreas mais valorizadas e carentes de mão de obra no mercado. Queremos a inclusão de jovens de escolas públicas e de baixa renda a conteúdos de alto nível, trabalhados apenas em cursos de graduação oferecidos por instituições de ensino particulares da nossa região”, esclarece o coordenador do curso de Engenharia de Computação da UniSatc, Gustavo De Lucca.

Para alunos que desejam se inscrever é possível através do link no site.

Notícias Relacionadas

Alesc aprova reforma da Previdência e barra alterações de última hora ao projeto

Parlamentares tentaram mas não conseguiram realizar alterações durante a sessão. Base de governo agiu para frear desidratações.

Falta de materiais de limpeza e de enfermagem nas UBSs de Lauro Müller gera polêmica

Assunto foi discutido em sessão da Câmara de Vereadores nesta segunda-feira, dia 2.

Qual o diferencial para um bom emprego?

Pensando na qualificação profissional, a UniSatc está com matrículas abertas para a pós-graduação

Vacinação para pessoas de 32 anos ou mais segue até às 20h em Içara

A imunização acontece por ordem de chegada, nas unidades dos bairros: Jussara, Liri e Jaqueline.