Saúde

Urussanga faz força-tarefa contra a dengue

Na ação, agentes comunitárias de saúde e soldados do 28º GAC, estiveram visitando os bairros Centro, Estação, Nova Itália e Bom Jesus.

Foto: PMU/Divulgação

O aumento no número de casos de dengue em Santa Catarina tem levantado um alerta ainda maior para os cuidados, que já eram tomados até então. Conforme o último informe epidemiológico divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC), já são 32.206 casos confirmados da doença – destes, 28.752 são autóctones, ou seja, foram contraídos dentro do estado. Em Urussanga, já são três casos confirmados, dos quais, um foi contraído dentro do município.

Pensando em orientar, fiscalizar e assim combater criadouros do Aedes aegypti, mosquito responsável pela transmissão da doença, a Prefeitura de Urussanga, através Vigilância em Saúde e Secretaria de Saúde Municipal, realizaram nesta segunda e terça-feira, 9 e 10 de maio, uma Campanha em quatro bairros do município.

“Iniciamos com quatro bairros, mais adiante estamos planejando visitar os demais, mas agora o exército está atendendo vários municípios e só conseguiram destinar dois dias para Urussanga. Porém, a iniciativa é um alerta para que cada cidadão seja o fiscal em casa, no trabalho e na localidade em que vive, para evitar e acabar com locais que possuam água parada e sejam risco”, alerta o Diretor de Vigilância em Saúde, Filipe Cataneo.

Ele ressalta a boa receptividade da população para a campanha. “A grande maioria nos atendeu muito bem, abriu os portões, nos acompanhou nas fiscalizações. Nenhum foco foi registrado, mas algumas casas tinham a presença de itens em seus quintais que acumulavam água. Orientamos para a destinação e cuidado correto com esses materiais, nestes casos”, comenta Cataneo.

Na ação, agentes comunitárias de saúde e soldados do 28º GAC, estiveram visitando os bairro

Com informações do TNSUL

Notícias Relacionadas

Porto de Imbituba intensifica ações de prevenção à dengue, zika e chikungunya

Devido à vigilância contínua, a Autoridade Portuária não registra focos do mosquito desde 2015.

Pneus são recolhidos em Orleans visando combater a dengue e preservar o meio ambiente

Por meio do projeto "Orleans Mais Limpa", diversos pontos de coleta de pneus foram espalhados pela cidade.

Siderópolis entrega material educativo sobre dengue para escolas

O objetivo é a conscientização da população local para a erradicação do mosquito e das doenças transmitidas por ele.

Ação visa acabar com criadouros após foco do Aedes aegypti ser encontrado em Orleans