Saúde

Vacinação em SC: Governo cumpre calendário e etapa de imunização adulta é concluída

O governador Carlos Moisés comemorou a meta alcançada, mas lembrou que a luta ainda deve continuar

Divulgação

O Governo de Santa Catarina termina mais um mês histórico na vacinação contra a Covid-19, tendo encaminhado mais de 8 milhões de vacinas para os municípios aplicarem pelo menos a primeira dose na população adulta de Santa Catarina e cumprido o calendário proposto. Ao todo, SC distribuiu aos municípios 7.938.290 milhões de imunizantes para concluírem essa etapa. São cerca de 7 milhões de vacinas aplicadas no Estado.

No balanço parcial coletado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), através do vacinômetro, até as 17 horas de 31 de agosto, 4.752.190 pessoas receberam a primeira dose dos imunizantes além de 238.100 que receberam a dose única. Os municípios seguem as campanhas de vacinação e atualização das bases de dados que deverão refletir a realidade de vacinação do mês de agosto, nos dias posteriores.

O governador Carlos Moisés comemorou a meta alcançada, mas lembrou que a luta ainda deve continuar: “Quem recebeu a primeira dose deve se lembrar sempre de que só a primeira dose não basta. É muito importante completar a imunização. É de extrema importância que todos estejam imunizados, principalmente diante do avanço da variante Delta, muto mais contagiante.”

“Contamos agora com o apoio dos municípios para atualizarem os dados das pessoas cujas doses não estão registradas no sistema. Foram meses longos e que contaram com um trabalho ininterrupto de todos, Ministério da Saúde, Governo Estadual e municípios. Nos últimos três meses, nós tivemos recordes de vacinação em massa no Estado. Agora é pensar adiante. Ainda teremos doses de reforços em setembro, vacinação de adolescentes e ajustes nos quantitativos relacionados aos demais grupos já elencados na vacinação, o trabalho continua”, apontou o secretário da Saúde André Motta Ribeiro.

Os primeiros grupos prioritários já terminaram as etapas de vacinação e, ainda no mês de setembro, Santa Catarina poderá ter 50% de cobertura vacinal da população adulta com esquema vacinal completo, a depender do encaminhamento das doses pelo Ministério da Saúde. Haverá reforço com uma terceira dose de vacina para a população idosa além disso, até o dia 30 de setembro.

História

O dia 18 de janeiro de 2021 ficou marcado na história de Santa Catarina e na vida de Júlio César Vasconcellos de Azevedo, Kerexu Yxapyry e João de Jesus Cardoso. Os três receberam a primeira dose da Coronavac SARS-CoV-2, numa segunda-feira, pela Gerente de Imunização da Prefeitura de São José, Iula Luana Bastos, e pela técnica em enfermagem Patrícia Coelho, do Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE). 212

Eram 13h48min quando o Governador de Santa Catarina anunciou em sua rede social:

Divulgação

Desde janeiro, as vacinas vêm sendo recebidas pelo Estado e distribuídas às 17 Unidades Descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVES) de Santa Catarina, as quais são: Grande Florianópolis, Tubarão, Itajaí, Blumenau, Joinville, Jaraguá do Sul, Videira, Joaçaba, Concórdia, Xanxerê, Chapecó, Criciúma, Araranguá, Mafra, Lages, Rio do Sul e São Miguel do Oeste. Foram 225 dias para o recebimento e encaminhamento das doses.

O resultado da imunização já está refletindo na Matriz de Risco Potencial, igualmente, segundo a cientista de dados Bianca Vieira. O Mapa divulgado neste último sábado, 28 de agosto, mostrou que apenas uma região está classificada com o risco gravíssimo (cor vermelha). Isso não ocorria desde 4 de novembro de 2020.

Desde janeiro, as vacinas vêm sendo recebidas pelo Estado e distribuídas às 17 Unidades Descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVES) de Santa Catarina, as quais são: Grande Florianópolis, Tubarão, Itajaí, Blumenau, Joinville, Jaraguá do Sul, Videira, Joaçaba, Concórdia, Xanxerê, Chapecó, Criciúma, Araranguá, Mafra, Lages, Rio do Sul e São Miguel do Oeste. Foram 225 dias para o recebimento e encaminhamento das doses.

O resultado da imunização já está refletindo na Matriz de Risco Potencial, igualmente, segundo a cientista de dados Bianca Vieira. O Mapa divulgado neste último sábado, 28 de agosto, mostrou que apenas uma região está classificada com o risco gravíssimo (cor vermelha). Isso não ocorria desde 4 de novembro de 2020.

Próximas etapas

Nesta quarta-feira, 1º de setembro, o Estado inicia a vacinação dos adolescentes de 17 até 12 anos. Eles serão vacinados com doses da Pfizer. As doses serão encaminhadas pela SES aos municípios, assim que recebidas do Ministério da Saúde, considerando a estimativa do IBGE/2020, que aponta para 549.894 mil adolescentes residentes em SC. A vacinação obedece pactuação em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

Paralelamente à vacinação dos adolescentes, os idosos, com esquema vacinal completo há mais de seis meses, iniciam a dose complementar. As doses começarão a ser aplicadas naqueles com 85 anos ou mais.

Notícias Relacionadas

Homem morre esmagado por trator em SC

Máquina sofreu empinamento e prensou a vítima entre o trator e uma árvore que estava sendo arrastada

Menino de 9 anos morre após bicicleta ficar prensada entre veículos em SC

Garoto chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu

Centro de Reabilitação Cardiopulmonar Pós-Covid completa um ano com números positivos em Criciúma

Em 12 meses, foram mais de mil pacientes, sendo que 310 receberam alta. Além disso, o centro contou com mais de 53,3 mil procedimentos realizados

Fundação Cultural de Criciúma estende Primavera dos Museus

Exposição, no Memorial Casa do Agente Ferroviário Mario Ghisi, ficará acessível até o fim do ano