Saúde

Vacinação em SC: Mais de 140 mil pessoas não voltaram para a segunda dose

Com este mote, a Secretaria de Estado da Saúde faz uma alerta para que a população que iniciou o processo de imunização contra a Covid-19 retorne aos postos de vacinação para a aplicação da segunda dose

Divulgação

Com este mote, a Secretaria de Estado da Saúde faz uma alerta para que a população que iniciou o processo de imunização contra a Covid-19 retorne aos postos de vacinação para a aplicação da segunda dose.

Segundo os dados divulgados pelo Ministério da Saúde na última segunda-feira, 2, 143.562 pessoas no estado não retornaram para completar a imunização. Um número que vem sofrendo aumento semanalmente. “É preciso que se entenda que só estamos protegidos contra a Covid-19 quando tomamos as duas doses. Se essas pessoas estivessem retornado para a nova aplicação, já teríamos mais de 30% da população adulta de Santa Catarina totalmente vacinada”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, “Temos de trabalhar como sociedade, para conseguirmos vencer essa batalha, e a imunização completa é essencial para esse processo”, complementou.

O estado vem ampliando a capacidade de aplicação, com uma estratégia de distribuição acelerada: as doses que são encaminhadas pelo Ministério da Saúde têm sido entregues às 17 regionais de saúde em até 24 horas. No mês de julho, alcançou a marca de 5 milhões de doses aplicadas. Somente nos primeiros cinco dias de agosto, foram aplicadas 250.842 doses, com uma média de mais de 50 mil doses ao dia.

Notícias Relacionadas

Mudas de banana são doadas para as escolas municipais de Criciúma

Iniciativa é uma parceria entre a Gerência de Agricultura e Agronegócio e a Secretaria Municipal de Educação

Últimos dias para adquirir a Rifa da Fazendinha

Até a manhã desta sexta-feira (17), a Escola Bairro Bortolotto já vendeu 39 mil bilhetes

Polícia Federal realiza operação contra pornografia infantil em Araranguá

Com o aprofundamento das investigações, foi identificado que o suspeito, de 21 anos, estaria utilizando a rede social para compartilhamento dos arquivos com outros usuários, inclusive de outras nacionalidades

Educação se manifesta após compra de máscaras com suspeita de irregularidade