Geral

Vendas no varejo catarinense crescem mais de 11% em setembro

Divulgação

Santa Catarina fechou setembro com saldo positivo no comércio varejista ampliado. Conforme a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada nesta quarta-feira, 11, pelo IBGE, o setor manteve em setembro a tendência de recuperação e registrou crescimento de 11,5% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Um crescimento acima da média nacional (7,4%).

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rogério Siqueira, os resultados comprovam a melhora gradativa da economia. “Conforme a governadora vem frisando, Santa Catarina é um estado diferenciado e com uma economia pujante e diversificada. Os saldos positivos no comércio e na indústria são resultados de um trabalho colaborativo e integrado junto ao setor produtivo e que fortalece a espiral de prosperidade, esperança e confiança. Seguimos nesta grande engrenagem, trabalhando na construção de políticas de estado, perenes”, enfatiza.

“Santa Catarina vem trabalhando forte o processo de retomada econômica. E os resultados estão aí. Fruto do trabalho do povo guerreiro do nosso estado e de todas as iniciativas do governo catarinense, que buscam impulsionar o empreendedorismo, o desenvolvimento e a inovação”, enfatiza a diretora de Empreendedorismo e Competitividade, Aline Ghisi.

Na variação do mês de setembro, com relação ao mês de agosto, o Estado apontou crescimento de 0,7% no comércio ampliado, o que representa a quinta alta consecutiva. Em relação à receita nominal, o aumento foi de 1,6%, se comparado os mesmos meses.

A alta, se comparado setembro deste ano com o mesmo período de 2019, foi puxada novamente pelo segmento de materiais de construção (31,1%), seguido por móveis e eletrodomésticos (26,4%), hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (14,9%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (11,9%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (9,0%), Veículos, motocicletas, partes e peças (7,6%), tecidos, vestuário e calçados (2,7%).

No acumulado do ano, o crescimento do volume de vendas do comércio ampliado catarinense foi de 1,2%. Foi um dos maiores aumentos do país, sendo o maior do Sul do Brasil e o segundo do Centro-Sul, perdendo apenas para o Espírito Santo (2,0%). Já no período de 12 meses, teve variação de 4,0%.

Brasil

No país, o varejo ampliado cresceu 1,2% em relação a agosto de 2020, quinta variação positiva consecutiva. A média móvel subiu 4,0% reduzindo o ritmo de crescimento das vendas, comparada à média móvel nos trimestres encerrados em agosto (7,4%) e julho (11,1%).

Crescimento na indústria

Outro segmento que apresentou crescimento em setembro, com relação ao mês de agosto, em Santa Catarina, foi a produção da indústria, 4,5%, ficando acima da média nacional (2,6%). Em comparação com setembro do ano passado, a expansão foi de 7,6%. Quarta maior elevação entres os estados brasileiros. O crescimento médio nacional entre os dois períodos foi de 3,4%.

Notícias Relacionadas

Casos acumulados da covid-19 vão a 6,2 mi e óbitos chegam a 172 mil

Já se recuperaram da doença 5.562.539 pessoas.

Siderópolis: Polícia Militar apreende arma de fogo

Fato aconteceu durante abordagem em uma boate.

Veículo colide com muro e cai no telhado de casa em Orleans

Ocorrência foi registrada na tarde deste sábado (28) no bairro São Gerônimo

AMREC: Registro de 641 novos casos de Covid-19

São 603 o número de recuperados.