Poderes Municipais

Vereador Nél anuncia ações nas áreas de infraestrutura e educação para Lauro Müller

No pronunciamento durante a sessão ordinária desta semana, o presidente do Legislativo fez alguns esclarecimentos aos lauromüllenses.

Vereador Nél

Foto: Sul in Foco

Durante o uso na tribuna na sessão ordinária desta segunda-feira, dia 18, o presidente da Casa Legislativa, vereador Manoel Leandro Filho (MDB), o Nél, fez alguns anúncios e esclarecimentos voltados à população de Lauro Müller.

O primeiro diz respeito ao calçamento da Capela Mortuária, realizado no distrito de Barro Branco. Na ocasião, o vereador aproveitou para informar que os moradores do distrito do Guatá também serão beneficiados. “Eu e o Lindomar Cataneo, sendo do Guatá, já cobramos a prefeita para que também fizesse o calçamento da Capela Mortuária no distrito do Guatá. Todos os vereadores ajudaram, reforçando que realmente precisava. Ela já disse que ia fazer. Então essa é mais uma obra importante entre muitas outras que ocorrerão”.

Reparo em rua

Além disso, Nel falou sobre cobranças recebidas, relacionadas às más condições da Rua Emílio Gazola, no bairro Arizona. “Vários moradores me ligaram e pediram que eu solicitasse ao secretário de Obras e à prefeita que fosse arrumada a rua, que está em péssimas condições, com lajotas soltas. Tem lugar até que foram tiradas as lajotas para não ter problema de bater embaixo do carro. O secretário disse que já está olhando, que vai ser feito, mas eu gostaria de pedir mais uma vez hoje na tribuna, em nome dos moradores, para que vejam o quanto antes, pois traz prejuízo às pessoas e danifica os carros que passam por aquela rua. Mas fiquem tranquilos, pois, com certeza, vai ser feito”, reforçou.

Ampliação da rede de abastecimento de água 

Outra bandeira defendida pelo presidente do Legislativo é a ampliação da rede de abastecimento de água no distrito de Guatá, onde o serviço é de responsabilidade do Município. Apesar da aquisição de 666 tubos, que representam 3.996 metros, no valor de R$ 366 mil, segundo o vereador, ainda não foi possível iniciar os trabalhos. Dos quatro colaboradores que atuam no distrito de Guatá, dois estão afastados.

“Não tem mão de obra. Hoje, no caso, já era para começar a colocação dos canos, mas a Prefeitura não pode contratar e a mão de obra está difícil. Por isso, eu peço que, caso alguém possa fazer um serviço voluntário para que, na hora que fosse começada aquela rede, fosse lá ajudar. Com certeza, será para o bem da comunidade. É de grande necessidade fazer aquela rede de água e, infelizmente, não é possível contratar mais funcionários. Quatro funcionários já são pouco e, com os dois de licença, dificulta ainda mais. Por isso que eu peço que as pessoas ajudem”, acrescentou.

Recurso para a educação

Ainda conforme Nel, a visita à deputada estadual Ada Faraco De Luca, em Florianópolis, resultou na destinação de recurso no valor de R$ 400 mil. “Ela destinou a emenda para a área da educação e o valor já está nos cofres públicos, à disposição da comunidade. Pedimos que fosse feita aquela quadra coberta no colégio do Arizona, mas tem um problema, pois o valor não é suficiente. Conforme a estimativa, o custo total será de aproximadamente R$ 800 mil. Então vamos tentar mais recursos ou ver se o Município tem condições de fazer uma contrapartida. A comunidade do Arizona merece. Vamos nos emprenhar e fazer o possível para concretizar isso”, informou.

Notícias Relacionadas

Reunião discute medidas para reduzir filas nas agências bancárias, em Içara

Conselhos Municipais e fim de recesso parlamentar marcam sessão da Câmara de Vereadores de Cocal do Sul

Sessão desta terça-feira (10), contou ainda com a votação e aprovação de cinco indicações e três requerimentos de interesse da população sulcocalense.

Diretoria do CTG de Orleans apresenta prioridades e solicita recursos a lideranças políticas municipais

Entre as prioridades apresentadas, estavam melhorias na infraestrutura do parque de eventos.

OS Criciúma está concorrendo em concurso nacional de Boas Práticas

Concurso reúne vários Observatórios Sociais do Brasil e cada um concorre com alguma boa prática executada.