Poderes Municipais

Vereadores liberam e contestam destinação de recursos durante sessão da Câmara em Orleans

Abertura de crédito especial para "consórcio do lixo" e valores pagos para posto de combustíveis ganharam destaque na sessão desta segunda-feira (11).

Foto: Imagem Youtube

A sessão da Câmara de Vereadores de Orleans desta segunda-feira (11) foi marcada pela votação de projetos que tratavam da liberação de recursos e a contestação de alguns deles. Presidido pelo vereador…., outras duas indicções foram votadas e aprovadas.

Logo no início dos trabalhos, usaram a tribuna, o vereador Antônio Dias André, o Geada (MDB) e próprio presidente Hildegart Tessmann Durigon (PSDB). “É um pedido por parte dos garis que recolhem o lixo na cidade: evitem colocar materiais cortantes em sem proteção nas sacolas de lixo. Tudo que for objetivo cortante que coloque em outro objeto que proteja estes trabalhadores”, comenta Geada.

Logo em seguida, os vereadores analisaram e votaram a abertura de crédito adicional especial em R$ 457.356,84. Os recursos serão utilizados na aquisição da nova área de aterro sanitário do Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos – Cirsures, no qual Orleans integra com outros seis municípios.

O valor foi questionado pelos vereadores durante a reunião das comissões. Lucas Canever Librelato (PSDB) destacou que Orleans é responsável pela geração de 1/4 de todo lixo armazenado no aterro sanitário pelos sete municípios do consórcio. “Surgiu dúvidas sobre o montante rateado entre os consorciados. Entendia que o montante deveria ser igual a todos. Porém, Orleans está pagando 25% do valor do total. Orleans produz muito lixo”, lembrou o vereador após aprovar a destinação de recursos junto com os demais vereadores.

Projeto polêmico

Em seguida, os vereadores se depararam com a solicitação do Governo Municipal em reconhecer e pagar os custos gastos com combustíveis no ano de 2018, com a frota do Fundo Municipal de Saúde e Secretaria de Infraestrutura. O questionamento levantado pelos vereadores de oposição foi a compra de combustível além do permitido. Porém, os demais vereadores entenderam que o montante foi utilizado e recebeu o parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado.

“Vamos votar contra o parecer porque achamos que houve injustiça com as servidoras penalizadas pelo erro. Claro, que se o posto disponibilizou o combustível, tem que receber. Lutei para que o projeto não entrasse hoje em votação para ouvirmos os argumentos das servidoras e depois a administração. Vamos votar contra por este motivo. O Tribunal de Contas deu parecer favorável, mas não quer dizer que foi legal”, defendeu o vereador Paulo Canaver (PSD), antecipando o voto contrários dos outros dois vereadores da bancada do PSD, no qual integra.

“Compraram combustível a mais do que o licitado, mas foi usado, tanto na secretaria de obras quanto na saúde. Não houve desvio de recursos. Vou votar a favor. Acho que o posto que também forneceu também teria que controlar o volume de combustível concedido mediante ao licitado”, comentou o vereador Osvaldo Cruzeta (PP).

“Se ficou comprovado que foi utilizado o combustível, não tem nada de errado nisso”, completou o vereador Geada.

O projeto foi aprovado por 7 a 3.

Recursos para o S.V.O e indicações

Outro projeto aprovado foi na área da saúde. Os vereadores aprovaram o repasse adicional de R$ 33.912,60 para a manutenção do Serviço de Verificação de Óbitos – S.V.O, através do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Amrec, o Cisamrec.

A sessão finalizou com a votação e aprovação de duas indicações, com foco voltado à agricultura e o setor de infraestrutura da cidade. O vereador Valentim Bardini Sobrinho (MDB) sugeriu ao Governo Municipal, a terceirização de tratores agrícolas para atender as demandas no período de safra dos agricultores de Orleans.

Em seguida, o vereador Rodinei Pereira (PSD) requereu a construção de uma lombada na Rua Albino Bernardino da Luz, em frente ao depósito de material elétrico Tezza, no bairro Nova Orleans.

Notícias Relacionadas

Ex-secretário de Administração de Orleans e empresa tem bens bloqueados

Segundo o Ministério Público, Eduardo Bertoncini era responsável pela pasta na gestão do ex-prefeito Marco Antônio Bertoncini Cascaes

Apoio ao candidato Vitorassi para eleição da Coorsel se intensifica durante reuniões com associados

Na noite de hoje (16), às 19h30min, os associados da comunidade de São Gabriel são convidados a participarem do encontro com os candidatos, em Treze de Maio.

Câmera registra momento em que jovem colide moto contra árvore em Orleans; VEJA VÍDEO

Adolescente de 17 anos continua internado em estado grave.

Comodidade e economia: empresa de Orleans oferece serviço “delivery” no comércio de baterias

Há 46 anos, VR Baterias atende toda linha automotiva, agrícola e de transporte de cargas com economia de até 30% na compra de baterias Helux, marca própria.