Segurança

VÍDEO: Cinco pessoas são presas por tráfico de drogas em operação da Polícia Militar de Grão-Pará

Conforme informações da PM, os envolvidos possuem relação com o grupo que realizou o homicídio de um adolescente de 16 anos na cidade, morto com aproximadamente 20 golpes de faca.

VÍDEO: Cinco pessoas são presas por tráfico de drogas em operação da Polícia Militar de Grão-Pará

Foto: Polícia Militar

A Polícia Militar de Grão-Pará trabalhou intensamente, na noite desta quinta-feira, dia 29, no combate ao tráfico de drogas, resultando na prisão de cinco pessoas. Tendo em vista as últimas prisões no município decorrentes deste tipo de crime, policiais passaram a intensificar as rondas. Em diligências nos arredores da cidade, os profissionais abordaram pessoas relacionadas ao tráfico, vistoriando o local de venda e consumo, apreendendo maconha e crack e também objetos utilizados no crime.

Três pessoas que são naturais de Rio Grande do Sul, sendo dois homens e uma mulher, e duas pessoas naturais de Grão-Pará, sendo um homem e uma mulher, foram presos. Conforme informações da Polícia Militar, os envolvidos possuem relações com o grupo que realizou o último homicídio na cidade. Após as diligências, todos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Braço do Norte para realizar os procedimentos legais.

VÍDEO: Cinco pessoas são presas por tráfico de drogas em operação da Polícia Militar de Grão-Pará

Foto: Divulgação

Sobre o homicídio

Dois homens envolvidos nos crimes homicídio qualificado e tráfico de drogas foram presos no dia 2 de abril. O crime ocorreu no dia 1º, por volta da meia-noite. A vítima, um adolescente de 16 anos, foi tirado da residência da irmã por pelo menos três criminosos e levado para um local ermo, onde foi assassinado com aproximadamente 20 golpes de faca. Os dois homens presos pelo homicídio e tráfico são naturais de Porto Alegre, de 19 e 20 anos. Outro homem foi preso apenas pelo crime de tráfico. Ele é natural de Grão-Pará e tem 44 anos. Todos foram encaminhados ao Presídio de Tubarão, permanecendo à disposição da Justiça.

Facção PGC

Durante a manhã de quinta-feira, dia 29, os moradores de Grão-Pará levaram um susto ao acordar e se deparar com a sigla “PGC” escrita no asfalto. O Primeiro Grupo Catarinense, mais conhecido pela sigla PGC, é a maior organização criminosa do estado de Santa Catarina. O diretor do Samae da cidade, Enio Bagio, se manifestou a respeito do assunto.

“Vandalismo ou recado? Quando costumeiramente nos levantamos para nossa tradicional caminhada matinal, nos deparamos com um ato de vandalismo, praticamente na frente do nosso apartamento. A princípio, achei que eram os cães que havia espalhado o lixo próximo ao mercado, porém, quando olhamos mais a fundo, constatamos que foi feito por pessoa ou pessoas durante a madrugada. E o que mais intriga foram as siglas deixadas na pista da Avenida Nereu Ramos, escrita como PGC, com trigo vencido jogado no lixo pelo dono de um mercado. Não sabemos se foi uma brincadeira de mau gosto de algum jovem ou se foi para dar algum recado, de alguma gangue. O certo é que no local possui câmeras de monitoramento e, com certeza, a polícia irá descobrir os malfeitores e colocar a mão neles. É o que esperamos”, declarou.

PGC Grão-Pará

Foto: Enio Bagio

PGC Grão-Pará

Foto: Enio Bagio

Notícias Relacionadas

Sentença de pronúncia levará para júri casal acusado por homicídio cometido com espada em Orleans

Segundo os autos, os crimes aconteceram em março deste ano, no bairro Rio das Furnas

Revólver, munições e droga são encontrados durante blitz realizada pela PMRv de Içara

Colisão frontal deixa dois em estado grave na SC-108, entre Orleans e Urussanga

Um dos motoristas ficou preso às ferragens e teve o carro cortado para ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio