Saúde

VÍDEO: Prefeito de Criciúma diz que já desobriga o uso de máscara desde outubro

Manifestação em vídeo aconteceu na tarde desta quinta-feira (03) depois que o prefeito de Chapecó anunciou o fim da exigência da máscara.

Divulgação

Tão logo tomou conhecimento da manifestação do colega João Rodrigues, dizendo que “em Chapecó usa máscara quem quiser”, o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, gravou um vídeo sobre o assunto. Disse que na sua cidade também “usa quem quiser”.

Clésio Salvaro lembrou que no dia 27 de outubro do ano passado assinou um decreto tornando o uso da máscara facultativo. Esta medida, entretanto, foi questionada pelo Ministério Público que obteve na Justiça a garantia da exigência do acessório de prevenção à Covid-19. Na ocasião sob a tutela do decreto do Governo do Estado. Como não tem decreto renovado neste sentido, não há porque exigir o uso.

Observa-se que a interpretação feita pelo prefeito de Criciúma lança luz sobre o fato de não existir mais vigência de decreto exigindo o uso da máscara. Logo ela está tornada facultativa em todo o Estado, no entendimento de Clésio Salvaro.

Outro aspecto buscado pelo prefeito na lembrança da população, neste vídeo, é o fato de que ainda em 2021 determinou a retomada das aulas presenciais em toda a rede municipal de ensino. E reforça que não houve consequência negativa em relação a isso. “A escola é lugar seguro”, sentenciou.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

Cachorro “aussaltante” é flagrado ao levar salame de padaria em Criciúma; veja vídeo

Tutor do animal se dispôs a pagar pelo prejuízo, mas padaria deixou salame de cortesia

Sequestro relâmpago acaba em grave acidente em SC

Duas pessoas foram feitas reféns no sequestro relâmpago; o criminoso tomou a direção do carro, mas bateu em seguida

Cidades da Serra têm alta de até 60% na economia em maio incomum com neve

Restaurantes, lojas e postos de combustíveis reforçaram lucros com "boom" de turistas

Serra do Corvo Branco é liberada de Urubici até o corte

Equipes coordenadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) trabalham na limpeza da rodovia e na recuperação de encostas há cerca de 10 dias, quando fortes chuvas atingiram Santa Catarina