Geral

VÍDEO: Primeiro clube flutuante de Santa Catarina afunda em Balneário Camboriú

Segundo a administração do empreendimento, a estrutura ficou à deriva por conta do ciclone extratropical que passa pelo Estado

Foto: Reprodução

A delegacia da Capitania dos Portos em Itajaí, confirmou que o clube flutuante Dejour Club, afundou próximo à Ilha das Cabras, na costa de Balneário Camboriú. A estrutura do primeiro clube flutuante de Santa Catarina, se desprendeu e foi arrastada para alto-mar, na manhã desta quarta-feira (10). Segundo a administração do empreendimento, a estrutura ficou à deriva por conta do ciclone extratropical que passa pelo Estado. Não havia ninguém no local no momento.

Vídeo: Reprodução

Barcos de resgate foram acionados e tentaram conter a plataforma, mas a estrutura seguia no mar. Com a força do vento, ela se partiu ao meio. Depois, naufragou, segundo a Marinha.

A plataforma tem cerca de 950 metros quadrados e foi construída para receber 700 pessoas. O espaço estava pronto, mas não havia sido inaugurado. A Delegacia da Capitania dos Portos em Itajaí, na mesma região, abriu inquérito para investigar as causas do acidente.

Vídeo: Reprodução

De acordo com a empresa, a plataforma estava abrigada em águas calmas, às margens do canal da Barra Sul, mas não resistiu e se soltou das correntes e poitas no local em que se encontrava.

Com informações do G1

Notícias Relacionadas

Chuva intensa em SC: Defesa Civil alerta para risco de alagamentos nos próximos 5 dias

A previsão de chuva forte e persistente nos próximos dias afeta principalmente as áreas litorâneas de Santa Catarina

Corredor Ecológico da Serra Geral pode afetar prática agrícola na região

Alerta foi feito pelo advogado e geógrafo Eduardo Bastos Moreira Lima.

Integrantes de organização criminosa são presos por mutilar brutalmente os dedos de uma mulher em Tubarão

A agressão, que foi filmada pelos criminosos, foi motivada por dívida de drogas.

Corpo de Bombeiros de Lauro Müller combate incêndio em caminhão

Havia outros caminhões próximos e, felizmente, colaboradores da empresa conseguiram controlar as chamas até a chegada dos profissionais