Saúde

Vigilância em Saúde de Criciúma promove oficina para planejar ações, prevenção e controle de doenças

Capacitação aconteceu na Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc)

Maria Duarte/Decom

A Secretaria de Saúde de Criciúma, por meio da Vigilância em Saúde, em parceria com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive), promoveu uma oficina sobre análise de dados, estatística e construção de indicadores de saúde. A capacitação, que encerrou nessa sexta-feira (18), foi realizada na Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) e ministrada pelo técnico da Dive, Humberto Moreira.

Os participantes aprenderam a analisar dados fornecidos pelo Sistema Nacional de Atendimento Médico (Sinam), Sistema de Informação sobre Mortalidade (Sim) e Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc). Segundo a gerente da Vigilância em Saúde, Andreia Bertoncini Pereira, é preciso que esses dados sejam organizados, para que possam ser trabalhados no sistema de saúde do município. “Há uma necessidade de analisar dados para formular e avaliar as políticas de planos de saúde, para assim planejar ações de prevenção e controle de doenças”, comentou.

Para o secretário de Saúde, Acélio Casagrande, a análise de dados para construção de indicadores torna as ações mais efetivas. “Quando se tem o controle desses números, fica mais fácil para analisar possíveis falhas no sistema e buscar maneiras para reverter dados que são negativos, tornando o trabalho mais eficiente”, afirmou o secretário.

Notícias Relacionadas

Secretaria de Saúde de Criciúma reforça chamado de gestantes, puérperas e crianças para vacinação contra influenza

Agentes Comunitários de Saúde visitarão as residências para monitoramento e intensificação de informações por causa da baixa adesão à campanha nacional

Rever: aplicativo que contribui para a coleta seletiva já tem grande demanda de usuários em Criciúma

Plataforma digital auxilia nas denúncias de irregularidades e solicitações para coletas

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.

Prefeito de Nova Veneza assina decreto de formação da Comissão de Acompanhamento, Controle, Prevenção e Monitoramento ao Coronavírus

Nova Veneza não tem casos confirmados da doença, apenas pessoas em isolamento domiciliar que já foram acompanhados, mas devem permanecer em quarentena pois chegaram de viagem.