Segurança

Homem desaparecido há sete meses

Jean Gaidzinski, 36 anos, morava em Criciúma, mas estava trabalhando em Capão da Canoa (RS).

Familiares e amigos de Jean Gaidzinski, 36 anos, buscam informações que levem ao paradeiro dele. Durante esta semana, nas redes sociais, centenas de pessoas compartilharam a foto do homem com o objetivo de tentar localizá-lo.

Segundo a irmã dele, Isabele Gaidzinski, Jean morava em Criciúma, mas estava trabalhando em Capão da Canoa (RS). “Ele estava na cidade, saiu do emprego, e voltou para Capão da Canoa, para regularizar a saída, quando, um dia depois de ir até a empresa, não foi mais visto”, conta.

Jean tem três filhos e está desaparecido desde setembro do ano passado. “Até hoje não tivemos nenhum tipo de notícia, muito menos um pedido em alguma quantia em dinheiro”, acrescenta. Informações pelos números números: 190, 197 e 181.

A Tribuna

Notícias Relacionadas

Ano letivo inicia com procura intensa pelo Ensino Médio e Técnico em conjunto, na SATC de Orleans

Pais de toda a região buscam na instituição, o diferencial na formação educacional de seus filhos.

Jovem de 23 anos é preso por tráfico de drogas em São Ludgero

Em ação conjunta da Polícia Civil e Militar, foram encontrados ainda 85 comprimidos de ecstasy

Caminhoneiro embriagado colide contra dois carros e foge da polícia em Orleans

Motorista seguiu dirigindo ainda por aproximadamente 3 km, até acatar a ordem de parada da Polícia Militar.

Motorista é flagrado dirigindo embriagado na SC-370, em Braço do Norte

Polícia ordenou parada, mas motorista desrespeitou.