Geral

Início da Quaresma dispara procura por peixes

Foto: Samira Pereira

Foto: Samira Pereira

Uma das mais fortes tradições cristãs durante a Quaresma é a troca da carne vermelha pelo peixe durante as refeições, como forma de penitência e de louvor a Deus. Por conta disso, a venda de pescados e frutos do mar aumenta significativamente nos estabelecimentos especializados.  De acordo com o comprador da rede de supermercados Manentti, Ismael Correa, neste ano os varejistas acreditam num incremento de aproximadamente 20% na quantidade de itens comercializados. “As famílias são muito tradicionais e religiosas, por isso continuam apostando no pescado. Como o preço continua praticamente o mesmo do ano passado, se mantendo estabilizado, acreditamos no aumento da demanda”, comenta Correa.

Como os supermercados não podem comercializar produtos resfriados, trabalham com toda a linha congelada de origem garantida. São diferentes variedades à disposição dos consumidores, e entre os mais vendidos destacam-se salmão, bacalhau, camarão e filés. Além deles, há outras alternativas. Pirão de peixe, lula, carne de siri e postas fazem parte do leque de opções. “Na Quaresma a procura no setor cresce mais de 30%. É a época do ano que mais são comercializados pescados, por isso nos preparamos para atender bem aos clientes”, pontua o comprador.

Para Marlene Rosa Bez Batti, este é um período de reflexão e penitência. Por isso, todas as quartas e sextas-feiras faz jejum de carne, optando pelos peixes na hora das refeições. “Na nossa família isso é tradição. Além de ser uma alimentação leve e saborosa, mantemos o espírito cristão, o sentimento de abstinência e compaixão, deixando a carne vermelha um pouco de lado. Com certeza este é o período do ano em que mais compramos pescados e frutos do mar”, pontua a senhora.

Nos supermercados Manentti, os clientes podem encontrar diferentes tipos de peixes e formas de exposição. Os mais em conta são as postas. Há de tainhota, papa-terra, entre outros. O filé de bacalhau congelado e o salmão, que se tornam cada vez mais populares entre os brasileiros, também estão disponíveis. Além disso, há os tradicionais filés de linguado, panga, pescada, etc. 

Colaboração: Samira Pereira/Ápice Comunicação

Notícias Relacionadas

Governo de Cocal recebe Deinfra para estudar instalação de rotatórias e trevo alemão na SC-108

Deputados e autoridades municipais se unem para solucionar os problemas de falta de segurança e sinalização no trecho.

Caminhão baú derruba árvore e interdita trânsito no centro de Criciúma

Veículo com placas de Chapecó tentava trafegar pela Rua Getúlio Vargas.

Lauromüllenses se mobilizam contra ampliação do Parque Nacional de São Joaquim

Um ofício, com um abaixo assinado anexo, será encaminhado ao ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, solicitando para que seja revisto a ampliação, removendo o território de Lauro Müller da área do parque

Gravações na Serra do Rio do Rastro são exibidas no AutoEsporte