Poder Executivo

Restabelecimento da linha de transmissão 138 kV entre Tubarão a Orleans acontece até fim de outubro

A ordem de serviço deverá ser assinada e entregue para a empresa que executará a obra, pelas Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), em 30 ou 40 dias.

Foto: Divulgação

O mês de outubro. Este é prazo para que a linha de transmissão 138 kV entre Tubarão à Orleans seja restabelecida assegurou o vice-governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, ao prefeito de São Ludgero Volnei Weber, em contato telefônico, após audiência realizada em Florianópolis, na segunda-feira, 17 de abril, com lideranças de São Ludgero.

Na conversa telefônica que manteve ontem, terça-feira, 18 de abril, com o prefeito Volnei Weber, o vice-governador Eduardo Pinho Moreira, esclareceu que o processo licitatório já foi realizado, que agora está na fase de homologação e contrato e que a ordem de serviço deverá ser assinada e entregue para a empresa que executará a obra, pelas Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), em 30 ou 40 dias. O vice-governador informou ainda que a execução da obra, que trata da implantação de oito torres de transmissão, no valor de R$ 800 mil, terá o prazo de cinco meses para sua conclusão.

O prefeito Volnei Weber diz que o vice-governador está sendo muito prestativo e passará a acompanhar de perto as tratativas de restabelecimento junto a Celesc. “Cobramos na segunda e já obtivemos informações com datas”, pontua.

A comitiva formada pelo prefeito Volnei Weber, o vice-prefeito Ibaneis Lembeck, o Secretário de Administração, Finanças e Planejamento, Rodrigo Pavei, o presidente da Cooperativa de Eletricidade de São Ludgero (Cegero), Francisco Niehues Neto, o Chico, o vice-presidente da Cegero, Jânio Dinarte Koch, o Engenheiro Eletricista da Cegero, Adriano Maurici, o empresário Mário Schlickmann e o deputado estadual Manoel Mota enfatizou ao vice-governador na segunda-feira, 17 de abril, da grande preocupação em relação à situação que se arrasta desde 2016, consequência dos vendavais ocorridos no Sul de Santa Catarina na data de 16 de outubro de 2016, bem como o comprometimento com a qualidade da energia elétrica distribuída e os problemas que estão gerando devido as inúmeras oscilações, inclusive, os prejuízos causados ao setor industrial.

Colaboração: Bertoldo Kirchner Weber – Assessor de Comunicação da Prefeitura de São Ludgero

Notícias Relacionadas

Câmera registra momento em que jovem colide moto contra árvore em Orleans; VEJA VÍDEO

Adolescente de 17 anos continua internado em estado grave.

Bombeiros comemoram três anos sem mortes por afogamento durante Operação Veraneio

Em contrapartida, casos de queimaduras com águas-vivas passaram dos 15 mil nas praias de Garopaba, Imbituba, Jaguaruna e Laguna durante toda a Operação Veraneio.

Ano letivo inicia com procura intensa pelo Ensino Médio e Técnico em conjunto, na SATC de Orleans

Pais de toda a região buscam na instituição, o diferencial na formação educacional de seus filhos.

Empresa de Orleans é impedida de retirar seixos do Rio Tubarão

Segundo direção, funcionamento da empresa acontece normalmente. Decisão do MP refere-se apenas a uma parte da operação, já paralisada.