Saúde

Após atingir 100% em poucos dias, Hospital de São Joaquim terá agora 40 leitos de Covid-19

A localização dos leitos de Covid é no andar inferior do hospital, em uma ala mais reservada

Divulgação

A situação em São Joaquim, na Serra Catarinense, se tornou mais complicada poucos dias após o hospital Sagrado Coração de Jesus abrir 08 leitos para tratamento da Covid-19.

A ala da Covid, que recebe pacientes de São Joaquim e de outras regiões, lotou, fazendo com que o hospital precisasse abrir mais 02 leitos, ficando com um total de 10.

Mesmo assim, a capacidade de 100% foi atingida em poucas horas, visto o alto número de contaminados desta última onda na região.

Com isso, o Hospital já se prepara para abrir mais 30 leitos, chegando ao total de 40 leitos para atender a pacientes com Covid-19 de São Joaquim e também de outras regiões.

A localização dos leitos de Covid é no andar inferior do hospital, em uma ala mais reservada. Uma parede do Hospital foi derrubada e uma nova porta está sendo instalada no local para servir de entrada para os pacientes da Covid-19.

O prefeito de São Joaquim, Giovani Nunes, declarou que o município vai seguir as restrições de Lockdow impostas pelo Governo do Estado: “O município de São Joaquim vai seguir o decreto estadual e hoje a tarde temos reunião com a Amures, para discutir se teremos medidas além da do governador. A princípio, seguiremos o decreto estadual para fazermos todas as exigências e direcionamentos que o estado está propagando. Com isso, serão abertos novos leitos de covid em São Joaquim” finalizou o prefeito, Giovani Nunes

Na reunião com a Associação de Municípios da Região Serrana – AMURES, que ocorrerá na tarde desta sexta (26), os prefeitos irão decidir também como irá acontecer o Lockdown na Serra Catarinense e se deverão ou não impor medidas mais restritivas além das que já estão publicadas pelo governo do Estado.

Notícias Relacionadas

Fogo é registrado no Metropolitan em Criciúma

Matriz de Risco aponta a volta de todas as regiões para o nível gravíssimo

No último boletim, divulgado em 10 de abril, as regiões Carbonífera, Extremo Sul Catarinense, Foz do Rio Itajaí e Grande Florianópolis estavam classificadas para o nível grave. Todas as 16 regiões catarinenses apresentaram nota quatro, o nível mais elevado, na dimensão de Capacidade de Atenção, que é aquela que aponta a ocupação de leitos hospitalares

Pandemia do coronavírus afeta bancos de leite materno em SC

Dos 13 bancos do estado, pelo menos quatro registraram queda nos estoques.

Homem é preso em boate de Tubarão por porte ilegal de arma

Homem foi flagrado com uma pistola Taurus calibre.380. A arma estava com 10 munições e todas intactas.