Geral

Atividades presenciais da Feira da Agricultura Familiar de Criciúma retomam em março

Os 15 produtores rurais cadastrados oferecem uma variedade de pães, doces, frutas, legumes, embutidos e derivados de milho

Divulgação

Tradição no Município de Criciúma, a Feira da Agricultura Familiar tem previsão de retornar suas atividades presenciais no mês de março. Trata-se de uma iniciativa da Gerência de Agricultura e Agronegócio, em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), que acontece desde 2018. Os 15 produtores rurais cadastrados comercializam itens com variedades de pães, doces, frutas, legumes, embutidos e derivados de milho.

Todos os protocolos de prevenção da Covid-19 serão exigidos, como distanciamento entre as barracas e disponibilização de álcool em gel 70%. Também não será permitida a circulação das pessoas sem máscara, o uso é obrigatório para o público em geral. “A feira agrega muito para a cidade, pois mostra o nosso lado social, aumenta a renda de quem produz e oferece produtos de qualidade aos consumidores com bons preços”, ressaltou o gerente de Agricultura e Agronegócio, Vanderlei Zilli.

Além disso, o sistema delivery continuará sendo oferecido. Os pedidos podem ser feitos de segunda a quarta-feira até as 21h, através do site, WhatsApp pelo número (48) 9 9161-7416 e Instagram no @agricultura.familiar.criciuma. O valor da compra mínima é de R$ 40 e as entregas acontecem nas quintas-feiras, das 16h às 20h.

Notícias Relacionadas

Força-tarefa faz balanço das primeiras 20 horas de atuação

A equipe multisetorial iniciou o trabalho às 23h de sexta-feira (26) e continuará atuando enquanto durarem os decretos.

Bebê recém-nascida morre vítima da Covid-19 no Vale do Itajaí

A criança tinha apenas 13 dias de vida, segundo informações da prefeitura de Indaial

SC tem 8 casos da variante brasileira do coronavírus após mais 3 confirmações

Três pacientes de Manaus hospitalizados em Florianópolis estavam com variante do vírus. Outros 5 casos foram identificados na capital, em Joinville e Rio do Sul.

Dez pacientes graves estão à espera de vagas de UTIs Covid em SC

Todos estão hospitalizados em leitos de enfermaria de quatro regiões diferentes do Estado