Geral

Bancários fecham HSBC de Criciúma

Bancários do HSBC fizeram um Dia Nacional de Luta contra as demissões que estão sendo feitas pelos bancos hoje (18). Eles aderiram ao movimento que aconteceu nas principais agências do país.  Em Criciúma a única agência do HSBC na região fechou as portas durante todo o expediente, das 11h às 16h, e teve adesão dos 16 funcionários.

Segundo Julio Zavadil, diretor do Sindicato dos Bancários de Criciúma e região, eles mostraram mais uma vez o descontentamento com as políticas de valorização dos trabalhadores praticadas pelo banco assim como, as condições precárias de trabalho e demissões em massa que acabam adoecendo a categoria.

O HSBC obteve lucro líquido de R$ 1, 225 bilhão em 2012, um crescimento de 9,6% em relação a 2011, e uma rentabilidade de 13,05% sobre o patrimônio líquido médio. “E, apesar disso, o banco fechou 946 postos de trabalho no ano passado e pratica uma política de rotatividade de mão-de-obra no Brasil, que  não repete em nenhum outro país do mundo, disse.

Colaboração: Maristela Benedet

  • d2c8c86cf4c06ef004ccf76fe3e11b04
  • p17ofi4onf1gn91f471u0v2o10pl3
  • p17ofi4onf7kp1g3t1on31agghgq4