Segurança

Bandeira nazista e manual para criação de armas 3D são apreendidos em SC

Prisão ocorreu em São Miguel do Oeste, durante operação de combate ao tráfico de drogas.

Foto: Divulgação

A Polícia Civil informou nesta quarta-feira (13) que vai abrir inquérito para investigar a conduta de um homem preso com uma bandeira nazista e um manual para a criação de armas 3D em São Miguel do Oeste, no Oeste catarinense. O suspeito foi detido em uma ação da Polícia Militar na terça-feira (12).

Segundo o delegado Eric Rosada, da Divisão Investigação Criminal, o homem pode ser indiciado pelo crime previsto no parágrafo primeiro do artigo 20, da Lei 7716/1989, caso haja indicativo de que o suspeito utilizava a bandeira com a suástica para divulgar algo relacionado ao nazismo.

“Ele ostentar a bandeira nas redes sociais, por exemplo, pode caracterizar o crime”, explicou o delegado.

O homem foi preso durante uma ação da Polícia Militar de combate ao tráfico de drogas. Ele e outro suspeito foram abordados em um veículo por volta das 22h30 de terça. Conforme a PM, no carro onde estava a dupla, foram encontrados uma balança de precisão e R$ 2,5 mil em dinheiro.

Logo após a abordagem, porém, os policiais acompanharam um dos suspeitos até em casa, onde localizaram a bandeira nazista, o manual para criação de armas, partes de um armamento feito em impressora 3D, notebooks, pen drives e cartões.

A Polícia Militar não respondeu o motivo que levou os militares até a residência de um dos suspeitos. No mesmo local, a polícia também apreendeu maconha, sementes da planta e uma bandeira de um grupo de jogos online. Conforme a PM, os homens foram presos por tráfico de drogas.

O que diz a lei

A lei 7716/1989 define os crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor, segundo Rosada. O parágrafo diz caracteriza crime “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”. A pena prevista é de 2 a 5 anos de reclusão, mais multa.

Com informações do g1 sc

Notícias Relacionadas

Coração viaja 200 km de helicóptero para ser transplantado em SC

Para o coordenador do projeto, o médico Joel de Andrade, o tempo é um fator essencial para este tipo de operação

Quadrilha suspeita de sequestrar caminhoneiros é presa em SC

A partir da investigação da DIC de Joinville, sete pessoas foram presas nesta sexta-feira; três caminhoneiros em cativeiro foram libertados

Covid: ministério recomenda dose de reforço para adolescentes

Imunizante deve ser aplicado quatro meses após segunda dose

Aneel mantém bandeira tarifária verde para junho

Com isso, contas de luz ficam sem cobrança extra no próximo mês