Segurança

Bebê que se engasgou foi salvo por policiais recém-formados em Balneário Rincão

Foram 10 minutos realizando a manobra de Heimlich; os dois policiais que auxiliaram no atendimento se formaram como soldados em dezembro de 2021

Divulgação

Dois policiais recém-formados como soldados em dezembro de 2021, salvaram um bebê de dois meses de vida que se engasgou com um remédio na noite desta quinta-feira, 27, no Balneário Rincão.

Foram 10 minutos realizando a manobra de Heimlich, que consiste em colocar o bebê de bruços em um dos braços e com a outra mão, dar batidas nas costas para desobstruir as vias aéreas. Ronald Germani Batista da Silva, de 30 anos, foi o policial responsável por acionar o Samu enquanto o parceiro Avelino Damiani Neto, de 26 anos, tentava salvar o bebê. “Na hora a gente só pensava em salvar a criança. Botou em prática o que a gente aprendeu e pensando sempre em ajudar”, pensa Damiani.

“A gente não queria que uma fatalidade acontecesse e, no momento, procurei manter a calma e confiar na técnica que a gente tinha aprendido, na persistência para que desse o resultado positivo”, afirma Germani, que deu apoio na ocorrência.

O caso

Os policiais, que estão atuando na operação veraneio, foram abordados pelos pais das crianças enquanto se locomoviam para o setor de trabalho da guarnição, que fica na Zona Sul. “Naquele momento, a gente tinha retornado para fazer a troca do nosso smartphone, que estava com problema. A gente nem deveria estar ali naquela rua. Foi bem ao acaso”, conta Germani sobre o momento que recebeu o socorro dos pais. “Um carro começou a buzinar atrás de gente e de forma insistente. A gente até pensou que fosse uma comemoração”, relembra.

De acordo com o policial, a criança já estava quase desacordada quando a mãe a entregou. “Ele estava roxinho, cianótico. Ela disse que ele estava engasgado com remédio” explica Damiani. “Na hora que a criança chorou, foi um alívio. Foi o melhor choro que ouvi na minha vida”, fala feliz o policial responsável pelas manobras.

Os pais e o bebê foram levados para o Hospital Materno Santa Catarina em Criciúma para verificar a saúde do recém-nascido.

Moradores do Balneário Rincão, Remi José Sonai, de 62 anos e Celina Ferreira Sonai, de 37, ficaram aliviados depois do salvamento do filho Mateus. O menino já recebeu alta e eles já estão em casa. “Eles agiram rápido”, diz Remi, pai de Mateus.

Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

Embarcação vira com quatro pescadores no Balneário Rincão

Ocorrência foi atendida pelo Serviço Aeromédico (Saer)

Covid-19: chega ao fim estado de emergência em saúde pública no Brasil

Segundo o governo, nenhuma política pública de saúde será interrompida

Homem de 57 anos é preso após tentar beijar menina de 11 anos à força, em Orleans

Fato ocorreu na Rua Aristiliano Ramos, na tarde deste sábado, dia 21.

Número de transplantes de rim caiu nos últimos dois anos

Sociedade Brasileira de Urologia lançou campanha para estimular doação