Saúde

Camex volta a zerar imposto de cilindros e sensores de oxigênio

Medida abrange 258 produtos usados no combate à covid-19

Divulgação

Insumos usados no combate à covid-19, como monitores de sinais vitais, sensores de oxigénio e cilindros de armazenamento de gases medicinais, voltarão a entrar no país com tarifa zerada. O Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Camex) aprovou a medida hoje (15) à noite, em reunião extraordinária.

A decisão ocorre dias depois de diversos produtos que estavam isentos desde o início da pandemia de covid-19 terem voltado a pagar Imposto de Importação. Ao todo, 258 itens tiveram a tarifa zerada hoje. O número de produtos isentos subiu para 561.

O Comitê Executivo da Camex também suspendeu uma tarifa antidumping que incidia sobre tubos de plástico para a coleta de sangue a vácuo. Por meio do antidumping, um país sobretaxa um produto importado que ameaça o equivalente nacional, sob o argumento de concorrência desleal.

Segundo o Ministério da Economia, a redução tarifária e a suspensão da tarifa antidumping vigoram até 30 de junho. As decisões serão publicadas amanhã (16), em edição extraordinária do Diário Oficial da União. Por meio da rede social Twitter, o presidente Jair Bolsonaro comentou a medida.

Com informações da Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Homem sofre choque elétrico após encostar barra de alumínio em rede de alta tensão em Içara

Ele estava sobre o telhado da edificação comercial durante o acidente de trabalho e sofreu queimaduras elétricas de 3° grau.

Brasil permanece na vice-liderança do ranking de seleções da Fifa

Bélgica continua líder e Inglaterra assume a terceira posição

São Ludgero compra nova ambulância com destinação de emenda parlamentar do deputado Júlio Garcia

O investimento total foi de R$ 179.000,00

Projeto Arte nas Escolas e Comunidades já reúne mais de 1,3 mil alunos de Criciúma

Iniciativa proporciona aulas de balé, artes circenses, música, fanfarra e teatro para os estudantes de 27 escolas da rede municipal