Trânsito

Caminhoneiro de Criciúma adultera placa para escapar de pedágios na BR-101

O motorista de 39 anos confessou que o objetivo era passar pelas praças de pedágio da rodovia sem pagar.

Foto: Divulgação PRF

Um caminhoneiro de Criciúma resolveu adulterar a placa do caminhão que trabalha para escapar de pedágios na BR-101. A adulteração foi flagrada na manhã desta quarta-feira (17) pela Polícia Rodoviária Federal – PRF , em Palhoça.

Segundo a PRF, ele foi detido e utilizou papel e fita adesiva para cobrir a identificação. O Scania/113 com placas de Criciúma foi parado em fiscalização de rotina. Os policiais perceberam a adulteração e questionaram o motorista que confessou o crime com o objetivo de passar pelas praças de pedágio da rodovia sem pagar.

Além de receber multa gravíssima por conduzir veículo com placas sem visibilidade (R$ 293,47), o condutor de 39 anos foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Palhoça, onde responderá pelo crime de adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Foto: Divulgação PRF

Notícias Relacionadas

Secretaria de Saúde de Criciúma reforça chamado de gestantes, puérperas e crianças para vacinação contra influenza

Agentes Comunitários de Saúde visitarão as residências para monitoramento e intensificação de informações por causa da baixa adesão à campanha nacional

Mais de 5,7 mil crianças comparecem na 1ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo em Criciúma

Número superou a expectativa da Secretaria Municipal de Saúde. Segunda etapa inicia dia 18 de novembro, com foco em adultos de 20 a 29 anos

Rever: aplicativo que contribui para a coleta seletiva já tem grande demanda de usuários em Criciúma

Plataforma digital auxilia nas denúncias de irregularidades e solicitações para coletas

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.