Saúde

Campanha de vacinação contra a poliomielite em SC termina com menos de 40% das crianças imunizadas

Meta era vacinar 95% do público-alvo durante o período da campanha

Foto: Divulgação

Santa Catarina terminou a campanha de vacinação contra poliomielite na sexta-feira (14) com 38,81% de crianças de 1 a 4 anos vacinadas. De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC), a meta era vacinar 95% do público-alvo durante o período da campanha.

Desde o dia 27 de maio, data do início da campanha, foram aplicadas 150.717 doses da vacina oral contra a poliomielite (VOP), em um público-alvo de 388.270 crianças. Com relação às doses da vacina inativada (VIP), foram aplicadas 14.125 em crianças menores de 1 ano de idade que estavam com o esquema primário incompleto.

De acordo com a Dive, a vacina VIP é administrada em um esquema de três doses, sendo a primeira dose aos 2 meses, a segunda aos 4 meses e a terceira aos 6 meses. Os dados da vacinação neste ano ainda podem sofrer alterações.

A gerente de imunização da DIVE, Arieli Schiessl Fialho, destaca que a vacina contra a poliomielite é uma vacina de rotina, sendo ofertada gratuitamente durante todo o ano nos postos de vacinação do Estado.

O objetivo da campanha, segundo ela, era resgatar crianças não imunizadas ou com a caderneta incompleta, além de reforçar a proteção daquelas já vacinadas, com a vacina de gotinha, a fim de evitar a reintrodução da doença em Santa Catarina.

Com o fim da Campanha, as doses permanecem disponíveis nos postos de saúde de todo o Estado para a vacinação de rotina.

O que quer dizer que a VOP deixa de ser aplicada de forma indiscriminada em todas as crianças de 1 até 4 anos e passa a ser administrada somente como doses de reforço nas idades recomendadas, de 1 ano e 3 meses e 4 anos. A vacina VIP continua sendo aplicada no mesmo esquema de três doses.

Índices de vacinação contra a poliomielite em SC nos últimos anos

2018 – 94,59%
2019 – 93,68%
2020 – 88,70%
2021- 83,76%
2022 – 87,31%
2023 – 90,36%

O que é a poliomielite

A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é uma doença grave, contagiosa, que tem como característica a paralisia nos membros inferiores de forma irreversível. A pessoa infectada pelo vírus que causa a doença deve ser hospitalizada para tratar os sintomas, mas não há tratamento específico para a poliomielite. A vacinação é a única forma de prevenção.

Com informações do NSC Total

Notícias Relacionadas

Professores do Unibave passam por formação continuada com foco no planejamento e reflexão

O reitor do Unibave, Guilherme Valente de Souza, agradeceu os presentes

Estado destina mais de R$ 107 milhões em políticas públicas para agricultura no primeiro semestre do ano

O semestre também foi marcado pelo lançamento do Programa Leite Bom SC

Veículo carregado com garrafas de vinho argentino é apreendido em SC

Entre as garrafas apreendidas, havia um rótulo que chega a custar quase R$ 1 mil cada

Preço da gasolina volta a subir e se aproxima dos R$ 6

Apesar do aumento, este não é o maior preço registrado no ano. O pico aconteceu entre 12 e 18 de maio, quando o litro chegou a R$ 6,03