Geral

Carlos Moisés garante acordo para aporte de recursos estaduais nas rodovias federais de SC

Ao todo, serão aportados R$ 450 milhões do Governo do Estado nas rodovias federais

Divulgação

O governador Carlos Moisés voltará de Brasília com um acordo sobre o aporte de recursos estaduais nas obras das BRs 470, 280 e 163. Em audiência no Senado Federal nesta terça-feira, 17, o chefe do Executivo estadual assegurou o uso de R$ 200 milhões nos lotes 1 e 2 da duplicação da BR-470 e se comprometeu a enviar um projeto de lei para a Assembleia Legislativa (Alesc) para investir outros R$ 100 milhões nos lotes 3 e 4. Com a proposta, os governos federal e estadual chegaram a um entendimento sobre o tema após mais de dois meses de impasse.

Ao todo, serão aportados R$ 450 milhões do Governo do Estado nas rodovias federais. Além dos R$ 300 milhões para BR-470, mais R$ 100 serão investidos na BR-163 e R$ 50 milhões na BR-280. Segundo o governador, a intenção é que o convênio com o DNIT para o investimento seja assinado ainda este mês.

“Santa Catarina não pode mais esperar. Precisamos acelerar estas obras para tirá-las da nossa pauta. O investimento em infraestrutura sempre foi uma prioridade nossa. Hoje o diálogo venceu. Quem transita pelas rodovias são catarinenses, e eles querem celeridade. O aporte do Governo do Estado vai proporcionar isso”, diz Carlos Moisés, que tem a intenção é que o convênio com o DNIT para o investimento seja assinado ainda este mês.

O presidente da Alesc, deputado estadual Mauro de Nadal, acompanhou a comitiva catarinense em Brasília e elogiou a iniciativa do Governo do Estado. Segundo ele, a BR-470 atualmente representa um entrave para o desenvolvimento de Santa Catarina. Ele ressaltou ainda as centenas de vidas perdidas na rodovia nos últimos anos por conta das más condições de trafegabilidade.

Sobre a BR-163, Nadal salientou que o investimento do Governo do Estado se faz necessário por conta do péssimo estado de conservação do pavimento. “Essa é hoje a pior rodovia do Estado”, diz o parlamentar.

Na opinião do secretário de Estado da Infraestrutura, Thiago Vieira, o acordo representa um avanço importante não apenas para o Vale do Itajaí, mas para todas as regiões de Santa Catarina.

“A injeção de recursos estaduais nas rodovias federais ajudará com que as entregas esperadas pela população sejam feitas mais rapidamente. Hoje a BR-470 é o principal corredor de escoamento da produção do Oeste catarinense. A sua duplicação é fundamental” diz Vieira.

O projeto de terceiras faixas para BR-282 e a conclusão da BR-285 também foram debatidas na comissão.

Segunda pista do aeroporto de Navegantes

Outro tema debatido na audiência foi a segunda pista do aeroporto de Navegantes. Os parlamentares catarinenses e o governador ressaltaram a necessidade da construção, que não consta no contrato de concessão da estrutura.

Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, a construção ocorrerá caso seja comprovada a demanda. Atualmente, um estudo sobre o tema está em andamento após intervenção da Procuradoria Geral do Estado.

Notícias Relacionadas

Motociclista tem ponta do dedo amputada após colisão com caminhonete em Urussanga

O homem, de 41 anos, também apresentava suspeita de traumatismo craniano, suspeita de hemorragia interna e fratura exposta no joelho.

Polícia Civil de Orleans incinera drogas apreendidas e avaliadas em R$ 150 mil

Tabletes e porções de cocaína, crack e maconha foram apreendidos em por volta de 30 procedimentos, tais como inquéritos e autos de prisão em flagrante.

Santa Catarina Mais Renda Empresarial começa atendimento de MEIs

A partir do dia 30 de setembro, a parceria se estenderá com o Sicoob em 95 municípios catarinenses.

Respiradores: Justiça nega devolução de dinheiro bloqueado

O juiz Petroncini usou os mesmos argumentos para anunciar a nova negativa.