Geral

Casal é flagrado fazendo sexo em lixeira de mercado em SC e vira caso de polícia

PM precisou ser mobilizada duas vezes por causa da mesma situação em Pomerode

Divulgação

Um casal foi flagrado fazendo sexo dentro da lixeira de um mercado em Pomerode, no Vale do Itajaí. O episódio ocorreu na manhã desta quinta-feira (24) e mobilizou a polícia. Ao menos duas ocorrências foram registradas por causa da mesma situação.

A primeira por denúncia de ato obsceno, considerado crime. A segunda, porque, horas mais tarde, o homem e a mulher voltaram ao estabelecimento e chamaram a PM alegando ameaça por parte de um funcionário.

Ninguém foi preso, mas todos terão de comparecer à audiência na Justiça.

Entenda o caso

Era por volta das 11h30min quando a guarnição recebeu o chamado pelo 190 e foi ao mercado na Rua Hermann Weege, no Centro de Pomerode. No local, um funcionário contou que outra colaboradora foi colocar o lixo na lixeira quando flagrou o casal fazendo sexo.

Conforme o relatório da ocorrência, o homem relatou ainda que na noite anterior a dupla tinha feito sexo nos fundos de outro estabelecimento na região e dormido na frente da porta da empresa. Tudo teria sido gravado por câmeras de segurança.

Com base na descrição do homem e da mulher, a PM fez rondas na região, mas não os encontrou.

Horas mais tarde, já próximo das 18h, a polícia foi novamente chamada para ir ao mercado. Mas, desta vez, quem ligou para o 190 foi o casal.

Eles alegaram que estavam no local quando um funcionário apareceu, mandou saírem dali e ainda teria ameaçado os dois caso isso não ocorresse.

O colaborador disse que, na verdade, ao ver a dupla se aproximando, seguiu uma orientação da PM e foi alertar o casal para que a cena da manhã não se repetisse. Porém, afirmou que o homem teria o chamado para o meio da rua e dito que iria pegá-lo.

A polícia registrou mais um boletim de ocorrência. Ninguém foi preso e nem levado à delegacia. Isso porque todos os envolvidos se comprometeram a comparecer em juízo para audiência na data marcada.

É crime

Por mais inusitado – e, por vezes, até engraçado – que pareça, o episódio protagonizado pelo casal é crime previsto no artigo 233 do Código Penal Brasileiro, que trata de “praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público”.

De 2016 a junho de 2021, 89 processos enquadrados nesta categoria passaram por julgamento no Poder Judiciário no Estado.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

SC monitora varíola do macaco após 90 casos confirmados em ao menos 12 países

Até o momento, não há registros de casos de varíola dos macacos no Brasil; vírus é semelhante ao da varíola humana, inclusive nos sintomas

Dívida de R$ 2 mil motivou tiros contra sargento da PM em SC

Policial Militar foi vítima de uma tentativa de homicídio na madrugada do último sábado (21); quatro suspeitos foram presos

SC tem quase 100% de taxa de ocupação de leitos de UTI pediátricos e neonatais

Ocupação de leitos de UTI pediátricos chega a 97,9% no Estado; bebê de dois meses aguarda abertura de leito em hospital da Capital para realizar cirurgia

Barco vira e pescador é resgatado por helicóptero da Polícia Civil que fazia treinamento em SC

Resgate começou quando populares começaram a acenar para a tripulação. Vítima se chocou contra o barco.