Geral

Caso Mariana Ferrer: Cidades de SC têm atos pedindo justiça e o fim da violência contra a mulher

Dezenas de mulheres foram às ruas em Florianópolis, Joinville e Criciúma. Tratamento recebido por jovem durante julgamento provocou indignação.

Divulgação

Pelo menos três municípios de Santa Catarina tiveram atos neste sábado (7) pedindo o fim da violência contra a mulher e justiça no caso Mariana Ferrer. Dezenas de pessoas, principalmente mulheres, foram às ruas em Joinville, no Norte catarinense, em Criciúma, no Sul do estado, e também em Florianópolis.

Mariana Ferrer acusa o empresário André de Camargo Aranha de tê-la estuprado em dezembro de 2018, durante uma festa em um beach club de Florianópolis. Ele foi absolvido pela Justiça.

O vídeo da audiência que ocorreu em setembro foi publicado na última terça-feira (3) pelo site The Intercept Brasil. Na gravação, o advogado de defesa, Cláudio Gastão da Rosa Filho, exibe fotos sensuais feitas por Mariana Ferrer quando era modelo profissional, definindo-as como “ginecológicas”; ele afirma ainda que “jamais teria uma filha” do “nível” de Mariana e, ao vê-la chorar, diz: “Não adianta vir com esse teu choro dissimulado, falso e essa lábia de crocodilo.”

Divulgação

O tratamento dado à jovem durante o julgamento provocou indignação. Na quarta-feira (4) ocorreram protestos em Florianópolis e também em Chapecó, no Oeste. Neste sábado, os atos voltaram a ocorrer na capital e também em Criciúma pela manhã e de tarde em Joinville.

Em Joinville, o grupo de cerca de 200 mulheres, segundo a Polícia Militar, e de 300, conforme a organização, saiu da sede da Ordem dos Advogados do Brasil em direção à prefeitura com faixas e cartazes pedindo o fim da violência e abuso contra as mulheres e justiça por Mariana Ferrer.

Na capital o grupo se concentrou em frente à catedral e depois seguiu pelas principais ruas do centro. Em Criciúma o protesto ocorreu na Praça Nereu Ramos, no Centro da cidade.

Todas usavam máscara e mantiveram distanciamento de pelo menos um metro durante os atos que duraram aproximadamente uma hora.
Audiência

No vídeo da audiência divulgado na terça, é possível ver que a jovem reclamou do interrogatório para o juiz. “Excelentíssimo, eu estou implorando por respeito, nem os acusados são tratados do jeito que estou sendo tratada, pelo amor de Deus, gente. O que é isso?”, diz ela.

O juiz avisa Mariana que vai parar a gravação – a audiência foi feita por videoconferência – para que ela possa tomar água e pede para o advogado manter um “bom nível”.

A defesa de Mariana Ferrer repudiou a sentença do Poder Judiciário catarinense e reforçou que só a vítima pode afirmar se houve ou não consentimento, não o promotor ou o juiz.

Divulgação

A Ordem dos Advogados do Brasil de Santa Catarina (OAB/SC) está com um procedimento em andamento para apurar a conduta do advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho durante a audiência.

O advogado informou à NSC TV que as dinâmicas entre acusação e defesa muitas vezes seguem ritos acalorados. Ele diz ter “a convicção de ter atuado dentro dos limites éticos, legais e profissionais, considerando-se a exaltação de ânimos que costuma ocorrer em audiências como aquela”.

Na quarta-feira, o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) pediu a retirada do sigilo da gravação para que os órgãos de controle tenham acesso à íntegra da audiência.

Mais reações

A Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) e a Associação de Advogadas e Advogados Públicos para a Democracia (APD) protocolaram junto à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na quarta uma representação contra o advogado Claudio Gastão da Rosa Filho.

Em nota, as entidades dizem que “Para os juristas, a atitude de Cláudio Gastão na audiência tem repercussão prejudicial à dignidade da advocacia, ao agir de forma incompatível com a ética, o decoro e o dever de respeito à dignidade da pessoa humana”.

Com informações do G1 SC

Notícias Relacionadas

Alunos criciumenses ganham 263 medalhas na Olimpíada Internacional de Matemática Sem Fronteiras

Medalhas foram em nível regional e nacional. Três escolas municipais também foram destaque em nível nacional na categoria rede pública municipal

Atleta de ciclismo de Criciúma alcança primeiro lugar na 9ª Marathon Praia do Rosa

Competição foi realizada no último fim de semana

Secretaria da Educação publica edital para a chamada de 1,5 mil servidores efetivos

Esta será a sexta chamada do Concurso Público de Ingresso no Magistério Público Estadual

Homem é encontrado morto com dois tiros no peito, em Balneário Rincão

A vítima foi encontrada no cercado de uma residência coberto por uma manta, sem sinais vitais