Geral

Casos diários de covid-19 no Brasil se aproximam do pico de julho

Dados atualizados ontem apontam para 42.630,29, diz Fiocruz

Divulgação

Desde o início de novembro, os casos de covid-19 no Brasil voltaram a subir e estão quase no mesmo nível do pico de julho, em novos casos diários na média móvel de sete dias. Os dados são do Monitora Covid-19, do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, da Fundação Oswaldo Cruz (ICICT/Fiocruz).

Durante toda a pandemia, o dia em que foram registrados mais casos novos de covid-19 no país foi 29 de julho, com 46.393. Após esse dado, a tendência geral de contágio se manteve em queda, atingindo o mínimo de 16.727 casos novos no dia 6 de novembro. Os dados atualizados ontem (13) apontam para 42.630,29 casos novos. Na sexta-feira (11), o país notificou 43.179,86 casos na média móvel de sete dias.

Há um mês, no dia 14 de novembro, a tendência de alta era percebida, com 27.917 casos. No domingo passado (6), chegaram a 41.257,14.

Óbitos

No registro de óbitos em médias móveis, o país se manteve num patamar acima de 900 casos por dia entre 23 de maio e 27 de agosto. A queda se manteve constante até o pico mínimo de 323,86 no dia 11 de novembro. No domingo passado a tendência de alta se consolidava com 586,86 e ontem foram 637,29 mortes causadas pela covid-19 no país.

O Brasil acumula 6.901.952 casos de covid-19 e 181.402 óbitos, segundo os dados divulgados ontem pelo Ministério da Saúde.

Com informações da Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Prefeito de Orleans assina Termo de Fomento de R$ 220 mil para a Creche Santa Rita de Cássia

Atualmente a creche Santa Rita de Cássia presta atendimento para 53 crianças com idade entre 4 meses a 3 anos

SC atinge a taxa mais alta de ocupação em UTIs e registra 97 novas mortes por Covid-19

SC também chegou a 37 mil casos ativos de coronavírus, marca nunca antes batida no Estado.

Mais um grupo de profissionais da Saúde recebe a vacina contra a Covid-19

Com mais essa ação de enfrentamento da pandemia, Tubarão chega próximo de cinco mil pessoas vacinadas.

MPSC alerta que aulas presenciais são atividades essenciais e não podem ser suspensas sem, antes, a proibição de outras atividades

Fechamento das escolas, por si só, sem que outras restrições de mesma ordem sejam estabelecidas, dificilmente impactará na transmissão comunitária do vírus