Geral

Chapa 1 vence eleição do Conselho Fiscal 2018 da Certrel

Foto: Divulgação

A Chapa 1 venceu a eleição do Conselho Fiscal 2018 da Cooperativa de Eletrificação Rural de Treviso – Certrel. A votação foi realizada nesse sábado (3), durante Assembleia Geral Ordinária, na Escola Maria Brogni.

A Chapa 1 foi apoiada pela última administração do presidente Volnei Piacentini e é liderada pelo candidato a 1° conselheiro, Sadi Comin. Ela venceu com o dobro dos votos a Chapa 2, de oposição, liderada pelo candidato a 1° conselheiro, Cristiano Ariatti.

Ao total, foram registrados 1.487 votos: 991 para a Chapa 1 e 496 para a Chapa 2. Com isso, Valdecir Manlio Mariani, Vanessa Rovares Peterle e Raul Silvano Viola foram eleitos como efetivos e Ausenir Genuíno, Jaci Zuchinali e Sadir Comin como suplentes.

O Conselho Fiscal tem como objetivo principal fiscalizar a movimentação financeira da atual administração frente à cooperativa. A Certrel conta com 4.645 associados, principalmente das cidades de Laguna e Braço do Norte. Atualmente, a cooperativa atende consumidores de Treviso, Siderópolis, Cocal do Sul, Urussanga e Lauro Müller.

Notícias Relacionadas

Eleições Coorsel: Vitorassi e Pedro Tezza são reeleitos com mais de 80% dos votos

Atualmente, a Coorsel atende mais de 11 mil associados e 7.645 consumidores nas cidades de Treze de Maio, Orleans, Pedras Grandes e Tubarão.

Eleições 2018: Veja quais documentos levar às urnas neste domingo e como baixar o aplicativo e-Título

O eleitor que fez o cadastramento biométrico pode baixar o aplicativo e-Título e não precisa levar documento oficial de identificação no dia da votação.

Certrel tem eleições para Conselho Fiscal neste sábado

Cerca de 2 mil associados da cooperativa de eletrificação de Treviso e Siderópolis devem votar e escolher entre as Chapas 1 e 2.

Doria vence prévias do PSDB para disputa da Presidência em 2022

Governador de São Paulo obteve 53,99% dos votos e superou Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul (44,66%), e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto (1,35%).