Geral

Contratação de médicos estrangeiros para atuar em Criciúma é aprovada

Projeto foi colocado em regime de urgência e teve segunda votação na sessão desta terça-feira, 02; necessidade de contratação é imediata

Foto: Divulgação

Administração Municipal de Criciúma a contratar médicos estrangeiros para trabalhar na rede pública de saúde de município foi aprovado na sessão desta terça-feira, 02, na Câmara dos Vereadores. Agora a proposta segue para sanção do prefeito Clésio Salvaro e publicada no Diário Oficial para que os profissionais possam ser contratados. “Já fomos procurados por uma médica com interesse em trabalhar em Criciúma”, informou o secretário de Saúde de Criciúma, Arleu da Silveira

Justificativa

Na justificativa enviada para a Câmara de Vereadores, o prefeito explana que é de conhecimento geral que a situação de saúde pública em Criciúma tem ocasionado inúmeros transtornos pela ausência de profissional médico. “No entanto, tem-se a procura,
por parte de médicos estrangeiros, com residência fixa no país e documentação validada pelo Conselho de Classe através do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos, informando o interesse de exercerem a função, no município de Criciúma. Entretanto, informam que não possuem a nacionalidade brasileira”, traz a justificativa.

Antes de encaminhar o projeto para a contratação dos estrangeiros, a Administração chamou todos os profissionais que haviam feito processo seletivo para ocupar os cargos. Porém nem todos assumiram a função e os candidatos que foram contratados já pediram o desligamento. Ainda a Secretaria de Saúde de Criciúma fez concurso público e das 17 vagas oferecidas, apenas 13 foram aprovados. Destes somente quatro assumiram as vagas disponibilizadas.

Também os profissionais afastados foram chamados, mas não manifestaram interesse em permanecer.

Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

Secretário da Saúde debate modelos de contratação de leitos privados com órgãos de controle e prefeituras

Por conta do aumento significativo da ocupação dos leitos públicos, os entes públicos entendem como necessária a contratação na rede hospitalar privada

Convênio de R$ 260 mil entre prefeitura e hospital é celebrado em Braço do Norte

O montante será destinado ao custeio da saúde, equilíbrio da folha de pagamento e recesso de final de ano.

Coronavírus: pesquisa mostra que 50% dos médicos acusam falta de EPI

Governos e hospitais encontram dificuldades para comprar EPIs

Inscrição do concurso público para novos médicos, em Lauro Müller, termina neste domingo (30)

Serão contratados três profissionais para Médico da Saúde da Família – ESF.