Saúde

Coronavírus em SC: Governo do Estado garante habilitação e prorrogação de 116 leitos UTI Covid-19

O Ministério da Saúde também autorizou a habilitação de leitos de suporte ventilatório pulmonar para uso exclusivo do tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Divulgação

O Governo do Estado conquistou a habilitação de 35 leitos e a prorrogação de mais 81 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o tratamento de adultos com Covid-19 em hospitais de 11 municípios catarinenses.

O Hospital Regional Deputado Afonso Ghizzo, de Araranguá, e o Hospital São Francisco, em Concórdia, foram contemplados com a habilitação de 10 e 5 leitos, respectivamente (portaria GM/MS 3.445). Já o Hospital Regional Helmuth Nass, de Biguaçu, e o Hospital Waldomiro Colautti, de Ibirama, receberam a habilitação de 10 leitos cada (portaria GM/MS 3.449). Os novos leitos serão habilitados pelo período excepcional de 90 dias, podendo ser prorrogados a cada 60 dias, dependendo da situação de emergência de saúde pública decorrente da Covid-19.

Além disso foram prorrogados mais 81 leitos de UTI Covid, sendo 6 no Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste (portaria GM/MS 3.444); 5 no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó; 5 no Hospital Nereu Ramos, em Florianópolis; 4 no Hospital Universitário Santa Terezinha, em Joaçaba; 06 no Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê (portaria GM/MS 3.448); 10 no Hospital Regional Alto Vale, em Rio do Sul (portaria GM/MS 3.455); e 45 no Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí (portarias GM/MS 3.456 e 3.458). As prorrogações serão excepcionalmente pelo prazo de 60 dias.

As portarias publicadas nesta quarta-feira, 16, estabelecem recursos financeiros do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde – Grupo Coronavírus (Covid-19), a serem disponibilizados aos municípios e estados, em parcela única, no montante de R$ 1.440.000,00 para Araranguá, R$ 720 mil para Concórdia, R$ 1.440.000,00 para Biguaçu, R$ 1.440.000,00 para Ibirama, R$ 576 mil para São Miguel do Oeste, R$ 480 mil para Chapecó, R$ 480 mil para Florianópolis, R$ 384 mil para Joaçaba, R$ 576 mil para Xanxerê, R$ 960 mil para Rio do Sul e R$ 4.320.000,00 para Itajaí.

Suporte Ventilatório Pulmonar

O Ministério da Saúde também autorizou a habilitação de leitos de suporte ventilatório pulmonar para uso exclusivo do tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Esse tipo de leito é voltado para o atendimento de pacientes que ainda não evoluíram para estado grave, mas que necessitam de suporte de oxigênio.

Segundo a portaria ministerial nº 3.467, de 16 de dezembro de 2020, os leitos de Suporte Ventilatório Pulmonar terão habilitação temporária por 90 dias, podendo ser prorrogáveis por igual período, em decorrência da situação epidemiológica da Covid-19 no Brasil. O custeio referente à diária da habilitação dos leitos será transferido fundo a fundo em parcela única, no valor correspondente ao período.

Notícias Relacionadas

Estudantes começam a fazer as provas do Enem em todo o Brasil

Muitos estudantes chegaram cedo, para evitar aglomerações.

Soldado Esmeraldino pode receber alta na próxima semana

Esmeraldino não teve mais manifestações de crises convulsivas ou outras alterações de gravidade.

Fiocruz negocia mais 15 milhões de doses de vacina da AstraZeneca

Laboratório quer garantir imunização antes da chegada de matéria prima.

HSJosé realiza primeira cirurgia de transplante de tecido ósseo pelo SUS

Instituição que é a primeira do Sul do Estado autorizada para realizar o procedimento, foi credenciada em dezembro para a realização de Transplantes de Tecido Músculo Esquelético.