Saúde

Criciúma divulga medidas restritivas diante do avanço da Covid-19

O Governo do Estado de Santa Catarina também deverá promover uma campanha de conscientização sobre os cuidados diante da pandemia do novo coronavírus.

Divulgação

Em reunião virtual na tarde desta quarta-feira (02) o Governador Carlos Moisés da Silva junto com os prefeitos das vinte maiores cidades de Santa Catarina, Secretários de Estado da Saúde e Gerências Regionais de Saúde, definiu que será decretado no Estado de Santa Catarina o Toque de Recolher. O funcionamento de estabelecimentos será permitido até às 23h, com a permanência do público até meia-noite. Da 0h até 5h da manhã não poderão funcionar.

Por sugestão do Prefeito Clésio Salvaro, de Criciúma, ficou a cargo de entidades que regem diferentes segmentos como: comércio, supermercados e outros serviços essenciais, a opção de ampliar o horário de atendimento ao público, como forma de minimizar aglomerações em horários de pico.

Os ônibus continuam a circular normalmente, e, com apoio da gestão via FECAM (Federação Catarinense de Municípios), a lotação máxima será de até 70%, com possibilidade de mais veículos disponíveis para população. Também foi sugerido para o Governo do Estado a remoção do ICMS sobre os combustíveis das empresas de ônibus.

O Governo do Estado de Santa Catarina também deverá promover uma campanha de conscientização sobre os cuidados diante da pandemia do novo coronavírus. O decreto será publicado nesta quinta-feira, dia 03.

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Matriz de Risco aponta nove regiões em estado gravíssimo e sete em nível grave

A matriz classifica nove das 16 regiões de saúde catarinenses como em alerta gravíssimo (cor vermelha) para transmissão do novo coronavírus

Vacinação contra o coronavírus começa em Laguna

A primeira a receber a aplicação, foi a senhora Lealcina da Silva Lopes, de 98 anos

Capivari de Baixo: técnica em enfermagem é a primeira a ser vacinada

A aplicação ocorreu nesta quarta-feira (20) pela manhã

Renata Joaquim foi a primeira funcionária da saúde que recebeu a vacina contra Covid-19 em São Ludgero

Técnica em Enfermagem, Renata Joaquim, de 51 anos, foi a primeira funcionária pública de São Ludgero com atuação a mais de 27 anos na área da saúde