Geral

Criciúma emite nota técnica para evitar aumentos abusivos dos combustíveis

Nota foi repassada ao sindicato da categoria e também aos proprietários de postos de combustíveis. Procon irá fiscalizar eventuais denúncias

Divulgação

O Governo de Criciúma, por meio da Coordenadoria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon), emitiu nota técnica com orientações aos proprietários de postos de combustíveis, para evitar preços abusivos devido às paralisações dos caminhoneiros, que afetaram diretamente o abastecimento. A nota destaca três pontos de advertência, solicitando que não sejam repassados reajustes por causa da paralização, que caso sejam constatados o Procon tomará as medidas cabíveis e que o consumidor denuncie qualquer ação contrária. Proprietários de postos de combustíveis da cidade foram comunicados por meio de reunião, realizada no Paço Municipal Marco Rovaris, na tarde desta quinta-feira (9).

O encontro foi coordenado pelo prefeito em exercício, Ricardo Fabris. “Quando há o risco de desabastecimento os consumidores acabam sofrendo com reajustes. Nosso objetivo foi, por meio de conversa, evitar que isto aconteça também com os combustíveis”, destacou Fabris. A nota técnica também foi repassada ao sindicato da categoria, com sede em Joinville. Segundo os proprietários de postos de combustíveis, não foi repassado reajuste por causa das paralizações e nesta sexta-feira (10), o abastecimento será normalizado. “Faremos fiscalizações nos postos e também investigaremos eventuais denúncias dos consumidores. Esta é uma situação atípica e não permitiremos que preços abusivos sejam praticados”, afirmou o coordenador do Procon, Gustavo Colle.

Garantia de serviços essenciais

Além da preocupação com a não cobrança de preços abusivos, o governo também antecipou-se para resguardar os serviços essenciais ofertados pelo Município. Tanto abastecimento de gás de cozinha em creches, quanto combustível para os veículos da Secretaria Municipal de Saúde, estão sendo controlados e, se for necessário, a Defesa Civil auxiliará no transporte para o abastecimento.

Notícias Relacionadas

Motociclista tem ponta do dedo amputada após colisão com caminhonete em Urussanga

O homem, de 41 anos, também apresentava suspeita de traumatismo craniano, suspeita de hemorragia interna e fratura exposta no joelho.

Polícia Civil de Orleans incinera drogas apreendidas e avaliadas em R$ 150 mil

Tabletes e porções de cocaína, crack e maconha foram apreendidos em por volta de 30 procedimentos, tais como inquéritos e autos de prisão em flagrante.

Santa Catarina Mais Renda Empresarial começa atendimento de MEIs

A partir do dia 30 de setembro, a parceria se estenderá com o Sicoob em 95 municípios catarinenses.

Respiradores: Justiça nega devolução de dinheiro bloqueado

O juiz Petroncini usou os mesmos argumentos para anunciar a nova negativa.