Geral

“Criciúma: Um breve relato de seus 140 anos” é lançado em evento de comemoração de 10 anos da Mina de Visitação

Livro conta a história da cidade, desde sua fundação até o sucesso dos parques municipais

Divulgação

O livro “Criciúma: Um breve relato de seus 140 anos” foi lançado na noite dessa quinta-feira (28). Exemplares da obra foram entregues como presente aos homenageados na cerimônia de comemoração dos 10 anos da Mina de Visitação Octávio Fontana. O título, de iniciativa da Secretaria de Educação e seus profissionais, conta o progresso da cidade desde sua fundação, em 1880, até os dias atuais.

“O livro é uma sequência cronológica e didática do desenvolvimento de Criciúma. Começamos com a geologia da região, para entendermos porque o carvão foi tão importante no desenvolvimento do município. Procuramos identificar os principais acontecimentos de cada década”, destacou a jornalista, organizadora e autora, Joice Quadros.

“É uma obra especial, que resgata a origem e memória da cidade, passando por diversos momentos e locais importantes da nossa trajetória. Todo o trabalho de apuração foi convertido numa linguagem acessível, que mostra a essência da cultura e tradição criciumense”, ressaltou o secretário municipal de Educação, Miri Dagostim.

Produção do livro

A ideia do livro surgiu no final de 2018, de uma conversa entre Joice e a então Secretária de Educação, a atual vereadora Roseli de Lucca. “Não tínhamos tantos livros atualizados e, por isso, nossos professores tinham dificuldade em contar a história da cidade. No início, a ideia era que ele servisse de apoio aos professores, e que nossos alunos também pudessem utilizá-lo para conhecer a história do município”, explicou Roseli.

A produção começou no primeiro semestre de 2019, em um trabalho junto dos professores e coordenadores da Secretaria de Educação. No ano seguinte, na fase de diagramação, a obra teve uma ampliação, passando a ser projetada com cores e fotos de arquivos históricos. “Foi um trabalho de muita pesquisa e principalmente de confirmação de datas. Tivemos um grande zelo para que todas as informações fossem baseadas em documentos ou depoimentos”, complementou Joice.

“Preferi me colocar como organizadora, porque ali também tem textos de outras pessoas. Muita gente colaborou, como o pessoal envolvido na pesquisa, revisão, orçamento, diagramação, gráfica e fotografias. Todos que participaram de uma forma ou outra são citados na primeira página, de catalogação”, agradeceu a jornalista.

A obra, cuja produção foi finalizada em dezembro de 2020, possui 13 capítulos, que contam, entre outros temas, sobre a fundação e emancipação, a chegada dos imigrantes, a indústria carbonífera e a modernização da cidade. Foram impressos quatro mil exemplares, que terão distribuição gratuita às escolas municipais e demais instituições a serem definidas pela Secretaria de Educação.

Também pensando em complementar a didática sobre a cidade, surgiu outro livro, “Criciúma: uma história de todos!”, fruto do trabalho dos profissionais da secretaria. Lançado em abril, ele foi distribuído para as Escolas Municipais de Educação Básica (EMEB) do município, e está acessível no site da prefeitura.

Notícias Relacionadas

Centro de Triagem encerra atividades e atendimentos são absorvidos pelas UBSs em Criciúma

Sintomáticos e suspeitos de Covid-19 serão atendidos pelas unidades de saúde

Coorsel arrecada tampinhas em prol da causa animal de Tubarão

Arrecadação foi entregue para as voluntárias que atuam na proteção de animais abandonados ou vítimas de maus-tratos.

Atleta de Muaythai de Criciúma é convocado para mundial na Tailândia

Welinton Benvenutti Fernandes disputará a categoria Senior Elite até 71

Teatro Municipal Elias Angeloni recebe espetáculo “O Homem Mais Inteligente da História”

Peça será nessa sexta-feira (3)