Educação

Educação Infantil do Colégio Satc transforma brincadeiras em aprendizados valiosos

Instituição atende alunos de três a cinco anos em ambientes que estimulam a ludicidade e o encantamento

Foto: SATC

A organização de conteúdos que são pertinentes para cada faixa etária faz parte do planejamento de todas as escolas. Mas o que diferencia o aprendizado oferecido pelo Colégio Satc, vai além de atividades tradicionais e em salas de aula padronizadas. Na Educação Infantil da instituição, que atende crianças de três a cinco anos, os ambientes tangem espaços tecnológicos e imersivos. Onde, as brincadeiras e ações se tornam aprendizados valiosos, unindo o lúdico com o encantamento pelo aprender.

É na escola que são aprimoradas as habilidades que todas as crianças têm, mas na Satc, as aptidões são ainda mais estruturadas. “O aluno precisa estar rodeado e organizado com algumas linguagens, que é a musical, arte, a linguagem oral e contação de histórias. Então o assunto apresentado precisa ser mostrado de forma concreta aos pequenos, como uma música sobre frutas, um vídeo, uma história e, por fim, a degustação das frutas, tudo conectado. Essa é uma aproximação valiosa, porque as crianças aprendem quando se tem movimento”, informa a coordenadora da Educação Infantil do Colégio Satc, Luciana Peruch Ferreira.

Os pequenos do Infantil estão descobrindo o mundo, para isso, é preciso encantar e utilizar todas as linguagens do saber, visto que, cada criança aprende de uma maneira.

A coordenadora destaca que as brincadeiras não são apenas jogos de passatempo, e sim, são formas de levar divertimento para o momento de aprender. “A história é uma brincadeira, porque quando você lê um livro, a criatividade e a imaginação da criança vai para um sentimento gostoso, que é a sensação que a gente tem quando nos divertimos. Brincadeira não é apenas jogar algo, é essa diversidade de estímulos que propormos no Colégio Satc”, conta.

Ambientes educativos que só a Satc tem

As infinitas possibilidades que o maior Colégio de Criciúma tem, impactam diretamente na educação dos alunos, visto que, os pequenos têm acesso a locais super diferenciados.

“Nossas professoras sabem que podem ir à cozinha com os alimentos mostrar uma receita com frutas. Que depois, poderá seguir a atividade no laboratório de biologia e mostrar no microscópio uma semente. Que tem a disposição uma horta e no horto florestal pra fazer um plantio ou uma colheita de algo que já está lá. Ou que também pode levar a turminha em um dos campos pra fazer uma experimentação de frutas ao ar livre. Então, aqui na Satc, os professores têm a possibilidade de levar a educação de forma criativa”, enfatiza Luciana.

Notícias Relacionadas

Caravaggio está na semifinal da Série B do Catarinense

Geada cobre pastos na Serra em domingo com mínimas próximas de 0ºC

As temperaturas mais baixas foram registradas em Urubici e Fraiburgo

Motociclista que morreu em acidente de trânsito em Siderópolis é identificado

O acidente ocorreu na rodovia Padre Herval Fontanella, no Distrito Industrial, em frente à Resicolor Tintas (apenas referência).

Homem é preso após fazer esposa e neta reféns em Grão-Pará

A operação resultou na prisão do suspeito e na libertação das reféns sem ferimentos.