Saúde

Estado distribui 151.600 imunizantes contra Covid-19 para aplicação da primeira dose

Neste momento, segundo o vacinômetro estadual, Santa Catarina está com uma cobertura de 86,57% da vacinação com a primeira dose na população adulta

Divulgação

A Secretaria de Saúde de Santa Catarina distribui neste sábado, 04, mais 151.600 doses da vacina contra a Covid-19 para 129 municípios catarinenses que solicitaram doses adicionais para completar a aplicação da primeira dose na população adulta com 18 anos ou mais. As doses das centrais regionais da Grande Florianópolis, Blumenau, Itajaí, Tubarão, Criciúma e Araranguá, Jaraguá do Sul, Joinville e Mafra serão transportadas via terrestre. As doses das centrais de São Miguel do Oeste, Chapecó, Xanxerê, Concórdia, Videira, Joaçaba, Lages e Rio do Sul serão transportadas pelo avião do Corpo de Bombeiros Militar (BOA).

Neste momento, segundo o vacinômetro estadual, Santa Catarina está com uma cobertura de 86,57% da vacinação com a primeira dose na população adulta. Ao pactuar com os municípios catarinenses o Calendário de Vacinação contra a Covid-19, a Secretaria de Saúde estabeleceu a meta de vacinar, no mínimo, 75% da população-alvo.

Dose de reforço e vacinação dos adolescentes

Para a vacinação dos adolescentes com idade entre 12 e 17 e a aplicação da dose de reforço nos idosos acima de 70 anos e pessoas com alto grau de imunossupressão, o estado de Santa Catarina aguarda o envio de novas doses pelo Ministério da Saúde. A previsão, segundo o MS, é que as doses comecem a ser enviadas ao estado a partir do dia 15 de setembro.

Os adolescentes só podem ser vacinados contra a Covid-19 com doses da vacina Pfizer, única aprovada pela Anvisa, até o momento, para menores de 18 anos. Já a aplicação em idosos e pessoas com alto grau de imunossupressão deve ser realizada, preferencialmente, com doses da Pfizer. No entanto, conforme orientação do Ministério da Saúde, podem ser utilizadas, de maneira alternativa, as vacinas de vetor viral, Janssen ou AstraZeneca.

Segunda dose

Paralelamente a essas ações, o estado segue a distribuição de doses aos municípios catarinenses para a aplicação da segunda dose dentro do intervalo recomendado para cada fabricante: Coronavac (28 dias), Pfizer (12 semanas) e AstraZeneca (10 a 12 semanas). Tomar as duas doses da vacina, concluindo o esquema vacinal, é fundamental para que as pessoas fiquem protegidas. Somente com a vacinação concluída é possível reduzir os casos graves, além de hospitalizações e óbitos pela Covid-19.

Notícias Relacionadas

Educação se manifesta após compra de máscaras com suspeita de irregularidade

Fiesc estuda soluções para alto preço da energia elétrica

Nesta quinta-feira (16), a Câmara de Energia da Federação reuniu-se para discutir alternativas.

Vidro traseiro do carro é quebrado com lajota e carteira é furtada em Orleans

Posteriormente, a carteira e os documentos foram encontrados jogados na beira da Estrada Geral Rio Novo.

Contato Internet Contrata em Tubarão