Geral

Fevereiro chegando? Ainda dá tempo de organizar as finanças para 2022

Coordenadora do curso de Ciências Contábeis da Esucri explica como equilibrar os gastos para iniciar o ano com as contas em dia

Divulgação

Você foi uma das pessoas que se excedeu nas contas de fim de ano e ficou preocupado com o boleto de janeiro? Pois saiba que esta é a época perfeita para reorganizar as finanças. Os gastos do ano anterior, especialmente aqueles de final de ano, como presentes do Natal, viagens, e até alguns gastos supérfluos, podem sobrecarregar a fatura do cartão de crédito ou a utilização do limite na conta do banco.

Segundo a coordenadora do curso de Ciências Contábeis da Esucri, professora Jádina de Nez, um pouco de exagero nos gastos, combinado com a alta dos preços, pode trazer problemas de liquidez nas contas pessoais. “Estamos no período em que surgem aqueles gastos costumeiros como a primeira parcela da escola dos filhos, material escolar, IPTU, dentre outros”, disse.

De acordo com a professora, o primeiro passo para a organização financeira pessoal é localizar-se. “Fazer um levantamento minucioso de todos os compromissos financeiros assumidos para os próximos 12 meses. No caso de alguma parcela atrasada, tentar ao máximo quitar aquelas cujo juro cobrado é maior. Depois, elabore um orçamento, aquilo que será necessário gastar nos próximos meses como alimentação, transporte ou saúde, por exemplo”, ressaltou.

O fluxo de caixa também é uma alternativa para facilitar o controle dos gastos. O relatório pode ser feito em planilhas eletrônicas ou até mesmo rabiscado em uma folha de papel. “Ele deverá apresentar as entradas previstas de recursos (salários e recebimentos por prestação de serviço) e as saídas previstas de dinheiro (pagamentos do supermercado, farmácia, transporte, parcelas de compras a prazo realizadas no ano anterior). Lembrar sempre de elencar os eventos numa ordem cronológica”, comentou Jádina.

Confira algumas dicas de Jádina para equilibrar as finanças neste ano:

– não compre por impulso;
– observe se você realmente está precisando daquilo que está adquirindo;
– cuidado com as compras a prazo, pois você compromete seu orçamento futuro;
– realize uma pequena poupança para imprevistos;
– faça economia no consumo de água, energia, telefone e até mesmo no preparo de sua alimentação;
– tente ajustar seus gastos conforme seus ganhos;
– na impossibilidade de evitar compras a prazo, saiba que seu orçamento futuro está comprometido.

“A alta de preços, a crise da pandemia, enfim, contribuem para desestabilizar orçamentos pessoais, porém, é importante que se mantenha o controle no orçamento doméstico. Usar de forma correta o seu dinheiro é a garantia para manter seus gastos organizados”, concluiu.

Notícias Relacionadas

Pacote de crack enterrado ao lado de poste é apreendido em Tubarão

Com apoio do Canil, a droga foi localizada ao lado do poste, embalada e pronta para o comércio

Feagro 2022 é lançada em Braço do Norte

O prefeito, Beto Kuerten Marcelino, lembrou que o Município é o maior parceiro da feira

Setor de eventos vive retomada em SC, mas tem desafios como mão de obra e fornecedores

Festas, shows e grandes eventos do Estado retomam geração de emprego no segmento, que se ajusta após dois anos de paralisação

Bebê de cinco meses morre após se engasgar com leite em SC

A criança chegou a ser socorrida pelos bombeiros e pelo Samu, mas não resistiu