Geral

Fiocruz recebe insumos para produção de vacina da Oxford/AstraZeneca

O voo com os insumos chegou neste domingo, no Aeroporto do Galeão.

Divulgação

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebeu no início da manhã deste domingo, no Rio de Janeiro, mais duas remessas de insumo farmacêutico ativo (IFA) suficientes para produzir 12 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, usada na imunização contra a covid-19.

O produto, procedente da China, chegou ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Tom Jobim/Galeão) às 6h22 deste domingo. Inicialmente, o voo estava previsto para chegar às 18h de ontem (27). O motivo da mudança da data se deveu a um atraso na conexão do voo.

Na última quinta-feira (25), a Fiocruz já havia recebido uma remessa para produzir 6 milhões de doses. Esta semana, está prevista a chegada de uma nova carga suficiente para fabricar 5 milhões de vacinas.

As 23 milhões de doses serão produzidas pela própria Fiocruz e, uma vez prontas, serão entregues ao Ministério da Saúde, entre abril e maio.

Este mês, a Fiocruz já produziu e entregou 1,8 milhão de doses de vacinas produzidas no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos).

Ainda está prevista a entrega de mais 2,1 milhões de doses nesta semana, que irão completar os 3,9 milhões de vacinas previstas até o fim desta semana.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Prefeitura de Jacinto Machado vacina idosos contra a gripe em casa para evitar aglomerações nos postos

No total, são 2.200 pessoas acima de 60 anos, que serão imunizados.

Coronavírus em SC: Fapesc convida pesquisadores para falar sobre desenvolvimento de vacina para Covid-19

A Fapesc convidou os pesquisadores André Báfica e Daniel Mansur para conversar diretamente com os catarinenses em live nas redes sociais nesta quinta-feira (30), às 17h.

Universidade de Brasília e HUB iniciam teste de vacina contra covid-19

Apenas profissionais de saúde podem participar do estudo

Fiocruz debate indicadores da pandemia de covid-19 no país e no mundo

Existem mais de 116 painéis sobre a doença no mundo