Geral

Governador apoia mobilização por investimentos nas rodovias federais de Santa Catarina

O ato teve a presença do secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, prefeitos, parlamentares estaduais e federais e empresários

Divulgação

O governador Carlos Moisés manifestou apoio às mobilizações da sociedade civil organizada por mais investimentos nas rodovias federais de Santa Catarina. Na manhã desta segunda-feira, 29, o gestor participou do abaixo-assinado promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e pelo Grupo ND, como parte da campanha “SC Não Pode Parar”.

“As BRs de Santa Catarina precisam de mais investimentos. Importante a mobilização da Fiesc, do Grupo ND e de todos os catarinenses. Temos pressa. O Governo do Estado investirá R$ 465 milhões nas rodovias federais, já investiu R$ 1,7 bilhão na infraestrutura estadual e repassou R$ 3 bilhões em transferências voluntárias para os municípios”, lembrou o governador.

Os R$ 465 milhões em recursos estaduais citados por ele são para acelerar os trabalhos nas BRs 470, 163, 280 e 285. O aporte recebeu o aval da Assembleia Legislativa. Carlos Moisés também propôs uma união de esforços estaduais e federais para a duplicação da BR-282, a fim de viabilizar uma concessão que não seja onerosa para os usuários da rodovia. Ele antecipou que já há R$ 50 milhões reservados para aportar em melhorias na rodovia, tão logo o Governo Federal tenha projeto.

“O Governo do Estado, lá em novembro de 2018, elegeu a infraestrutura como a bandeira da gestão. Esta pauta merece a união de todos os catarinenses”, completou Carlos Moisés. O abaixo-assinado está disponível no neste endereço.

De acordo com a Fiesc e o Grupo ND, o abaixo-assinado pretende ser um movimento histórico, demonstrando a união e a força dos catarinenses para sensibilizar quanto a necessidade de equacionar entraves burocráticos e viabilizar os investimentos necessários.

O presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, enalteceu a iniciativa do Governo do Estado ao investir nas rodovias federais e considerou o abaixo-assinado um importante passo para sensibilizar a sociedade e as autoridades.

“Santa Catarina se destaca sem seus índices, de desenvolvimento, de qualidade de vida, de segurança. Mas a precariedade da infraestrutura rodoviária é um consenso. Precisamos de soluções para que possamos manter e até incrementar os resultados que Santa Catarina vem apresentando”, afirmou. Aguiar também defendeu investimentos em outros modais, como o ferroviário.

Para o presidente-executivo do Grupo ND, Marcello Petrelli, houve equívocos da parte dos representantes de Santa Catarina e da imprensa no passado, no que diz respeito às cobranças por mais investimentos, o que levou o Governo Federal a favorecer outros estados.

“Brasília sempre tratou como se Santa Catarina não precisasse de nada. Todos nós sabemos que as rodovias federais estão numa situação deplorável. Focar no problema e falar abertamente é o começo da busca pela solução”, afirmou.

O ato teve a presença do secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, prefeitos, parlamentares estaduais e federais e empresários.

Notícias Relacionadas

Cidade de SC lança cartilha de saúde em idioma do Haiti para atender os mais de 300 imigrantes

Objetivo do material é facilitar a comunicação entre esse grupo e os profissionais da áre da saúde

SC tem menor taxa de desemprego do país no 1º trimestre de 2022, segundo IBGE

Taxa de desemprego no Estado foi de 4,5%, menos da metade do dado médio nacional que foi de 11,1%

Trio é suspeito de matar homem a tiros e facadas em SC

Crime ocorreu no interior de Itaiópolis, na noite de domingo (15)

Turismo nacional avança mais de 75% em março na comparação com 2021

Dados do Índice de Atividades Turísticas do Brasil reforçam as perspectivas de recuperação do setor