Geral

Governo incentiva cerca de R$ 113 milhões em investimentos privados e 160 empregos no Estado

Coordenado pela SDE, o Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense concede incentivo do pequeno ao grande investimento, para implantação ou expansão de empreendimentos industriais que vierem produzir e gerar emprego e renda no Estado

Divulgação

Com uma previsão de cerca de R$ 113 milhões em investimentos privados no Estado e mais de 160 empregos diretos e indiretos, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável habilitou, por meio do Prodec, a ampliação e a construção de duas empresas em Santa Catarina.

O primeiro projeto aprovado envolve expansão e modernização de uma unidade produtiva na cidade de Maravilha, no Oeste do Estado, com investimentos de R$ 98.957.711,00 em ampliações das estações de tratamento de efluentes, áreas de utilidades de ar comprimido e refrigeração. O segundo é a construção de uma nova unidade fabril em Garuva, com investimentos de R$ 14 milhões com a geração de cerca de 150 empregos diretos e indiretos. Eles foram autorizados durante a última reunião realizada pelos representantes do conselho deliberativo, coordenada pela Diretoria de Empreendedorismo e Competitividade da SDE.

“O Prodec é um programa do Governo do Estado que apoia o empreendedor concedendo a postergação de impostos. Em troca, traz desenvolvimento e emprego para a região. É uma parceria de incentivo onde todos ganham e traz mais oportunidades para as localidades”, enfatiza o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.

“É uma oportunidade para as empresas investirem em Santa Catarina e para a população que ganha mais emprego, desenvolvimento e fortalece a economia”, destaca o secretário adjunto da SDE, Jairo Sartoretto que coordenou a reunião.

Sobre o Prodec

Coordenado pela SDE, o Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense concede incentivo do pequeno ao grande investimento, para implantação ou expansão de empreendimentos industriais que vierem produzir e gerar emprego e renda no Estado. O programa existe desde 1988 e tem como premissa investimentos que priorizem sustentabilidade, inovação e instalações em regiões com baixo IDH e que incentivem o desenvolvimento das cidades.

Notícias Relacionadas

Mudas de banana são doadas para as escolas municipais de Criciúma

Iniciativa é uma parceria entre a Gerência de Agricultura e Agronegócio e a Secretaria Municipal de Educação

Últimos dias para adquirir a Rifa da Fazendinha

Até a manhã desta sexta-feira (17), a Escola Bairro Bortolotto já vendeu 39 mil bilhetes

Polícia Federal realiza operação contra pornografia infantil em Araranguá

Com o aprofundamento das investigações, foi identificado que o suspeito, de 21 anos, estaria utilizando a rede social para compartilhamento dos arquivos com outros usuários, inclusive de outras nacionalidades

Educação se manifesta após compra de máscaras com suspeita de irregularidade