Geral

Governo recria Comissão Nacional de Erradicação do Trabalho Infantil

Medida consta de decreto editado nesta terça-feira (15) pelo presidente Bolsonaro

Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro editou hoje (15) decreto que institui “comissões relevantes para o diálogo social”, no âmbito Conselho Nacional do Trabalho (CNT) e na Comissão Tripartite Paritária Permanente (CTPP).

Entre as medidas previstas no decreto está a recriação da Comissão Nacional de Erradicação do Trabalho Infantil, com o objetivo de “discutir políticas de combate ao trabalho infantil”.

A comissão será composta por 18 representantes de diversos setores – seis ligados ao Poder Executivo (ministérios da Economia, Agricultura, Educação, Cidadania, Saúde e dos Direitos Humanos); seis vinculados a empregadores e seis a trabalhadores.

Já no âmbito da Comissão Paritária Tripartite Permanente, serão instituídas a Comissão Nacional de Agentes Ocupacionais Químicos e Cancerígenos e a Comissão Nacional de Acompanhamento da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho.

“Esses grupos têm por finalidade monitorar, avaliar e propor políticas específicas relacionadas à segurança e à saúde do trabalho em suas áreas de atuação”, informou, em nota a Secretaria-Geral da Presidência da República.

“Outras comissões temáticas, que poderão totalizar quatro, serão instituídas na forma de ato dos próprios órgãos colegiados, que definirão os seus objetivos específicos e o seu funcionamento”, diz o texto.

Com informações da Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Alagoas e Santa Catarina recebem recursos para gestão de lixo

Dinheiro faz parte do programa Lixão Zero, do governo federal

Começam hoje as inscrições para o Fies 2021

Resultado será divulgado no dia 2 de fevereiro

Paciente do HSJosé recebe visita especial

Com todos os cuidados necessários de segurança e higiene, a cachorrinha Lilica trouxe alegria ao senhor Frederico Lucas Minatto, de 92 anos

Consolidação de atrativos na Vindima Goethe faz turismo ter nova projeção em Urussanga

Trade turístico e Poder Público alinham ações que aprimoram experiências para lançar ao mercado como opção de destino aos viajantes