Segurança

Haitiana em cárcere privado em SC é salva após pedir socorro por aplicativo

Mulher saiu correndo do local depois da chegada da Polícia Militar

Divulgação

Uma mulher haitiana de 30 anos foi salva de uma situação de cárcere privado e ameaça na noite desta quarta-feira (19), em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. De acordo com a Polícia Militar, o fato aconteceu por volta das 23h, em uma casa localizada na rua Princesa Isabel, bairro São Cristóvão.

Após terem sido acionados por meio da Central de Emergências, os policiais militares chegaram ao local e bateram na porta por várias vezes até que um homem de 24 anos, também haitiano, apareceu na janela da residência. De acordo com a PM, o homem afirmou que não havia mais ninguém na casa.

A Polícia Militar insistiu e em determinado momento a vítima de 30 anos acenou para os policiais pedindo ajuda e foi vista por eles. Após o sinal da mulher, a PM pediu para que o homem abrisse a porta, mas ele negou. Os policiais decidiram entrar na casa e a vítima correu para fora.

De acordo com os policiais, a mulher relatou que era ameaçada com uma faca e que o homem não a deixava sair de casa. Após a conversa com a vítima, a Polícia Militar deu voz de prisão ao homem e ele foi levado para a delegacia.

Segundo a PM, a vítima pediu ajuda para um amigo por meio de mensagens no WhatsApp e ele acionou a polícia ao saber da situação.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Cão farejador encontra quase meio quilo de maconha em Tubarão

As 429 gramas de maconha foram encontradas em um terreno baldio no bairro Passagem, dentro de uma sacola plástica

Populares apagam incêndio após carro pegar fogo em Sombrio

O Corpo de Bombeiros fez o rescaldo com aproximadamente 100 litros de água e também desligou a bateria

Com parceria do Município de Braço do Norte, Senai inaugura nova sede

Faculdades Esucri oferecem descontos na graduação para acadêmicos com mais de 45 anos

A instituição conta com professores capacitados nos seus 13 cursos de graduação