Segurança

Homem bota fogo em carro, joga contra casa de vizinhos e atira em duas pessoas em SC

Polícias Militar e Civil ainda estão no local

Divulgação

Um homem de 47 anos ateou fogo no próprio carro, jogou o veículo em chamas na casa de vizinhos e atirou em duas pessoas na manhã desta quinta-feira (4) em Araquari, no Norte catarinense. De acordo com informações iniciais da Polícia Civil, o crime aconteceu por volta das 11h após um discussão entre os vizinhos.

Segundo o delegado Eduardo de Mendonça, depois de jogar o carro em chamas contra a casa, o homem usou uma pistola 9 mm e efetuou vários disparos. Duas pessoas foram atingidas e encaminhadas pelos bombeiros do município ao Hospital Municipal São José, de Joinville. O estado das vítimas não foi informado. No local, os socorristas também atuaram no combate às chamas da residência.

Logo após cometer o crime, segundo Mendonça, o homem voltou para sua casa e atirou na própria cabeça. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

– Ainda não sabemos a motivação exata do crime, mas se tratava de uma rixa antiga. Ele já tinha boletim de ocorrência registrado contra os vizinhos da frente – afirma o delegado.

As polícias Civil e Militar ainda seguem na ocorrência.

*Notícia em atualização / Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Natal Show da Educação em Braço do Norte é cancelado

A medida se faz necessária para cumprir as Portarias n. 1303/2021 e n. 1305/2021, ambas da Secretaria de Estado da Saúde

Satc lança curso de elétrica para funcionários de cooperativas

Curso, que terá seu início em março de 2022 é destinado a técnicos, engenheiros ou pessoas que interagem em manutenção e construção de redes de energia elétrica

PP de Lauro Müller promoverá Convenção Municipal nesta quinta-feira

O evento ocorrerá a partir das 19h30min, no Balneário Godinho, e contará com a presença de lideranças estaduais.

Cidades de SC alteram programação de Réveillon após portaria com novas regras para eventos

Protocolo do governo proíbe eventos com mais de 500 pessoas e que provoquem aglomerações