Segurança

Homem é agredido por três pessoas em Orleans

Ocorrência foi registrada por volta das 21h40 deste domingo (20)

Divulgação

A Polícia Militar de Orleans foi acionada para atender uma ocorrência de agressão no Bairro Samuel Sandrini, por volta das 21h40 deste domingo (20). Quando os policiais chegaram conversaram com a vítima G.D.P., que informou que foi agredido por três homens ao sair de sua residência.

Ele ficou com ferimentos no cotovelo esquerdo, na face e nas costas e identificou um deles como sendo P.F.M.B. Os homens fugiram em dois veículos, sendo um Volvo de cor Branca e uma Toyota Hilux de cor prata. Ao sair a Hilux também danificou o veículo da vítima, um Ford/Fiesta e outro veículo Fiat Palio.

Durante a conversa, foi entregue aos policiais um celular que havia caído do bolso de um dos homens no momento das agressões. Quando os policiais estavam finalizando o boletim de ocorrência, o suspeito P.F.M.B. chegou no local e se identificou como um dos envolvidos e como Sargento da Polícia Militar de Santa Catarina.

Ele informou que apenas imobilizou G.D.P. por estar muito agitado e que não conhece os ocupantes da camionete Hilux. Ainda contou que seu celular caiu do bolso e que nesse período alguém postou uma foto sua nu em uma rede social. Várias pessoas que estavam presentes em um bar próximo presenciaram as agressões.

Notícias Relacionadas

Homem é assassinado e duas mulheres feitas de refém em Gravatal

Ocorrência foi registrada por volta das 11h20 pela Polícia Militar. Dois suspeitos foram presos.

Ex-secretário de Administração de Orleans e empresa tem bens bloqueados

Segundo o Ministério Público, Eduardo Bertoncini era responsável pela pasta na gestão do ex-prefeito Marco Antônio Bertoncini Cascaes

Sentença de pronúncia levará para júri casal acusado por homicídio cometido com espada em Orleans

Segundo os autos, os crimes aconteceram em março deste ano, no bairro Rio das Furnas

Tribunal de Justiça nega liberdade para homem acusado de usar até boneca vodu para aterrorizar sua ex

O homem desrespeitou as medidas protetivas concedidas anteriormente em favor da ex-companheira