Segurança

Homem é assassinado e duas mulheres feitas de refém em Gravatal

Ocorrência foi registrada por volta das 11h20 pela Polícia Militar. Dois suspeitos foram presos.

Divulgação/Polícia Civil

Um homem identificado como P.D.F., de 25 anos, foi encontrado morto em uma casa às margens da Rodovia SC-370, no Bairro Pouso Alto em Gravatal. A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar e Bombeiros durante a manhã desta terça-feira (5).

A vítima estava no chão com marcas de sangue no pescoço e sem vida. A Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias e Instituto Médico Legal estiveram no local. Não havia marcas de arrombamento na casa. A sogra da vítima foi quem encontrou o corpo. Ela informou que residiam no local a vítima, sua filha que era esposa dele, além de uma mulher de 22 anos e o seu bebê de oito meses.

A sogra informou que recebeu uma mensagem da filha por volta da 1h da madrugada pedindo socorro, mas só viu a mensagem quando acordou. Ao chegar na casa da filha ninguém veio recebe-la. Com o apoio de um policial militar de folga, a sogra conseguiu pular a janela da cozinha e deparou-se com o corpo ao chão. Ela acionou a Polícia Militar e os Bombeiros. Quando eles chegaram a vítima já se encontrava em óbito. O perito criminal constatou o homicídio, já que havia sinais de três facadas no lado direito do pescoço da vítima.

Por volta das 14h40, a Central de Emergência recebeu uma ligação de uma mulher pedindo ajuda. A mulher de 22 anos presenciou o homicídio e informou que ela e sua amiga foram mantidas em cárcere privado por dois homens, sendo que ela conseguiu fugir e entrou em uma loja para refugiar-se e ligar para a polícia. Sua amiga ainda estava em poder dos dois homens.

Os policiais localizaram os suspeitos e a vítima com o bebê na Praça dos Direitos Humanos, no Bairro Termas do Gravatal. Os suspeitos de 20 e 21 anos foram abordados, juntamente com a vítima. Os suspeitos foram presos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Gravatal. Eles foram autuados por homicídio qualificado, sequestro e cárcere privado.

Os suspeitos confessaram a autoria do crime alegando discussão por causa de uma dívida e também por causa de uma negociação envolvendo um cão. A vítima fatal e os suspeitos têm antecedentes policiais no Rio Grande do Sul, principalmente relacionados a drogas.

Divulgação/Polícia Civil

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça nega liberdade para homem acusado de usar até boneca vodu para aterrorizar sua ex

O homem desrespeitou as medidas protetivas concedidas anteriormente em favor da ex-companheira

Colisão frontal entre veículos deixa duas pessoas feridas em Gravatal

O acidente ocorreu por volta das 18h deste domingo (22)

Três pessoas são presas em Tubarão ao pedir doações para entidade que não existe

Os suspeitos foram presos por estelionato na tarde desta segunda-feira (23)

Homem que tentou matar a ex com golpes de machadinho enfrentará júri popular em Içara

O crime ocorreu no dia 6 de setembro de 2018, por volta das 17h, em Içara.