Geral

Jovens e mulheres terão prioridade na liberação de recursos dos Programas da Secretaria da Agricultura de SC

De acordo com o Censo Agropecuário de 2017, em Santa Catarina são quase 170 mil agricultoras e mais de 6,9 mil propriedades rurais administradas por jovens.

Divulgação

Os programas de fomento da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural têm uma nova prioridade: atender jovens e mulheres. A partir deste ano, eles terão atendimento prioritário na liberação de recursos. Com os programas, o Governo do Estado espera injetar R$ 200 milhões em investimentos no meio rural e pesqueiro de Santa Catarina – sendo que R$ 61,6 milhões são em recursos próprios.

O secretário da Agricultura Ricardo de Gouvêa explica que a intenção é estimular os jovens a permanecerem no agronegócio, investindo e trazendo inovações para o campo, além de estimular o protagonismo das mulheres na gestão das propriedades rurais. “O futuro do agronegócio catarinense está nas mãos da juventude, são eles que irão investir e dar sequência ao trabalho que está sendo desenvolvido hoje. Decidimos dar prioridade para atender à juventude e às mulheres porque queremos incentivar a inovação e a modernização na agricultura e pesca de Santa Catarina. As mulheres contarão com nosso apoio para cuidar da gestão das propriedades rurais, assumindo o papel de empreendedoras do meio rural”, destaca.

Os programas de fomento da Secretaria da Agricultura apoiam os produtores rurais e pescadores na aquisição de bens e serviços para melhoria de processo produtivo, turismo rural, agroindústrialização, novas tecnologias, gestão da propriedade rural e até mesmo na compra de animais para melhoramento genético. Além disso, existem linhas especiais para mulheres e jovens, desenvolvimento da produção orgânica e cuidado com o solo.

Lembrando que todos os programas necessitam de um projeto técnico elaborado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e recebem acompanhamento ao longo da execução.

Linhas de apoio para Jovens

Os jovens agricultores e pescadores de Santa Catarina contam com linhas de apoio exclusivas. Além dos programas abertos para todos os agricultores, a Secretaria da Agricultura disponibiliza alguns incentivos especiais para a juventude, como financiamentos para aquisição de equipamentos de informática e também para investimentos na produção agropecuária.

Com o Kit Informática, os jovens de 16 a 29 anos, encontram recursos para aquisição de computadores, notebooks, impressoras, entre outros. O financiamento é de até R$ 3 mil, com três anos de prazo, com parcelas anuais e sem juros. A Secretaria da Agricultura concederá desconto de 50% para cada parcela paga até a data do vencimento.

Os agricultores e pescadores podem participar ainda do Projeto de Vida de Jovens Rurais, uma linha de financiamentos para investimentos na produção agropecuária, melhorando o processo produtivo, agregação de valor e desenvolvimento da pesca e da aqüicultura. Os valores são de até R$ 15 mil, com cinco anos de prazo para pagamento, com parcelas anuais e sem juros. A Secretaria da Agricultura concederá desconto de 10% para cada parcela paga até a data do vencimento. Essa linha de crédito está disponível apenas para jovens que passaram por cursos de capacitação.

Jovens e mulheres na agricultura de Santa Catarina

De acordo com o Censo Agropecuário de 2017, em Santa Catarina são quase 170 mil agricultoras e mais de 6,9 mil propriedades rurais administradas por jovens. Ao todo o estado conta com 498 mil trabalhadores rurais, 84% deles são agricultores familiares.

Notícias Relacionadas

Massa de ar frio avança e mínima pode ficar abaixo de 5°C durante a noite desta quarta-feira em SC

O dia começa com tempo instável, mas a chuva fica mais reservada durante a manhã e início da tarde.

Homem é assassinado e duas mulheres feitas de refém em Gravatal

Ocorrência foi registrada por volta das 11h20 pela Polícia Militar. Dois suspeitos foram presos.

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.

Centro de Convivência: Siderópolis terá novo espaço para receber crianças, jovens, adultos e idosos

O local receberá grupos que integram o serviço de convivência, que totalizam 326 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos.