Geral

Incubada no Colearning, startup testa software nas instalações da Satc

Ideia da Taris é melhorar processos de manutenção para pequenas e médias empresas

Foto: SATC

A Taris, startup incubada no Colearning Satc, registrou um crescimento exponencial nos últimos meses. A empresa, que surgiu a partir do Empreendimento de Conclusão de Curso (ECC) de acadêmicos do Centro Universitário UniSatc, já está em fase de testes do Produto Mínimo Viável (MVP). A ideia do negócio consiste em um software de manutenção online projetado para aumentar a eficiência e usabilidade dos processos de manutenção das empresas. E os testes do software estão sendo realizados nas instalações da própria Satc.

Os testes na Satc – enquanto empresa – não apenas validam o sistema, mas também servem como uma demonstração prática para possíveis clientes. Segundo o CEO da Taris, Rauan Martins, é uma forma de garantir que o produto atenda às necessidades do mercado e esteja pronto para a comercialização. “Utilizamos o teste para demonstrar às empresas como funciona o cadastramento de ativos no sistema, os indicadores de manutenção e como as preventivas são geridas”, explica.

A Taris busca resolver os problemas de manutenção de equipamentos enfrentados por pequenas e médias empresas. A ideia, com o software criado, é oferecer uma ferramenta acessível e eficiente que possa ser facilmente implementada por profissionais no chão de fábrica e gerenciada por supervisores e gerentes.

“Nosso objetivo é oferecer uma solução que priorize a facilidade de uso, permitindo que empresas com recursos limitados possam melhorar seus processos de manutenção sem grandes investimentos”, completa o CEO.

Crescimento com o apoio do Colearning

A Taris foi incubada no Colearning há pouco mais de três meses, mas apesar de ser uma startup jovem, tem mostrado um crescimento acelerado. Esta evolução, conforme Martins, é impulsionada pela experiência prática dos sócios, Anderson Daleffe e Lauro Aguirre, e o suporte recebido do Colearning.

“Estamos evoluindo rapidamente porque temos uma compreensão profunda do nosso produto e estamos sendo bem mentorados. O ambiente do Colearning nos proporciona conexões valiosas com outras startups, onde aprendemos sobre vendas, prospecção, custos e marketing”, destaca Martins.

Para a host do Colearning, Carol Paris, o ambiente oferecido pela incubadora facilita esses primeiros passos no mundo dos negócios. “O Colearning é um ambiente vibrante e colaborativo. Nosso objetivo é apoiar startups como a Taris, oferecendo mentorias especializadas e conexões estratégicas que aceleram o crescimento”, ressalta.

Notícias Relacionadas

Mega-sena acumula de novo e prêmio vai para R$ 61 milhões

Números sorteados foram: 04 - 13 - 18 - 42 - 52 - 53

Comentarista de arbitragem diz que pênalti de Barreto foi “bem marcado”

Tigre perde para o Flamengo por 2 a 1, em Brasília

Dupla suspeita de lavar dinheiro milionário é presa em casa de shows em SC

Durante a operação, foram apreendidos veículos, celulares e documentos